Economia

Bolsonaro responde seguidor e se exime de culpa por preço do gás

Por Poder 360

20/06/2021 às 14:35:31 - Atualizado há
Poder 360
O presidente Jair Bolsonaro respondeu a um seguidor neste domingo (20.jun.2021) que perguntou sobre a redução do preço do gás de cozinha. Na publicação, feita em sua conta no Twitter, afirmou que zerou "impostos federais" e que não seria necessário dizer "de quem cobrar" porque "certamente" o autor da pergunta já saberia. "Zeramos os impostos federais de gás de cozinha! E ultrapassamos as 110 milhões de doses de vacina distribuídas a estados e municípios de todo país e continuaremos. Creio que não precisamos dizer de quem tem que cobrar, pois certamente já sabe. Um forte abraço e seja feliz sempre!", escreveu o presidente. O presidente tem declarado que não pode ser culpado pelo preço da gasolina e do gás de cozinha. Já disse que estaria disposto a "buscar uma maneira para zerar [o PIS/Cofins que incide sobre o diesel]". Cobra, no entanto, que governadores façam o mesmo em relação ao ICMS. A sigla se refere ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. A disputa é antiga. Desde 2020, o chefe do Executivo federal desafia Estados a zerarem seus impostos: "Eu zero o [imposto] federal hoje se eles zerarem o ICMS". Já na ocasião, ele queria uma nova lei para forçar os Estados a diminuírem a taxação sobre combustíveis. Os governadores responderam por meio de carta que as unidades federativas são autônomas para decidirem a alíquota do ICMS, responsável pela "principal receita dos Estados para a manutenção de serviços essenciais à população". Leia a troca de mensagens entre o internauta e o presidente:

"Bolsocaro"

Um vídeo intitulado "Custo Bolsonaro" viralizou nas redes sociais em março. Os autores informaram à época que não revelariam a identidade por temerem "perseguição" por parte do governo federal. A peça critica as ações do governo federal e destaca o que considera os "impactos econômicos" da gestão, como a alta dos preços da gasolina, a queda das ações na Petrobras e a desvalorização do real. O vídeo foi publicado pela 1ª vez no Twitter pelo Instituto ClimaInfo, ONG que atua no combate às mudanças climáticas. A organização, no entanto, negou ter elaborado o material. Assista (1min45s):Aliados do presidente publicaram uma resposta logo depois. A peça "Custo Bolsonaro – Parte 2 – A verdade" defendeu as decisões econômicas tomadas pelo governo. Ambos os vídeos não tem autenticidade comprovada. Assista (2min29s):
Fonte: Poder 360
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2021 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Avenida Emilio Jhonson, 323 - sala 4. Centro. Almirante Tamandaré - PR. Fonte: (41) 9 9229-1359.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo