Litoral Paranaguá

Terminal de Contêineres de Paranaguá recebe máquina agrícola inédita que pesa 50 toneladas

Modelo da marca alemã Nexat veio da Bélgica e chegou à TCP após um mês de viagem No final do mês de maio, a TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, recebeu pela primeira vez uma máquina agrícola da marca alemã Nexat, modelo 140 Gen3.

Por Da Redação

15/06/2024 às 16:08:44 - Atualizado há

Modelo da marca alemã Nexat veio da Bélgica e chegou à TCP após um mês de viagem

No final do mês de maio, a TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, recebeu pela primeira vez uma máquina agrícola da marca alemã Nexat, modelo 140 Gen3. Após uma viagem de 30 dias entre Bélgica e Brasil, o equipamento foi descarregado no terminal e, posteriormente, enviado até o seu destino final, na Bahia. Esta é a segunda máquina da marca a chegar ao país.

Com 24 metros de comprimento, 2,80 de largura, e pesando 50 toneladas, o 140 Gen3 carrega o conceito de "máquina tudo em um", pois ela é capaz de substituir diversas máquinas agrícolas graças a sua capacidade de acoplar diferentes módulos, o que permite ao veículo da Nexat realizar diferentes etapas do processo de cultivo, como a preparação do solo, plantio, pulverização, colheita, entre outros. Além disso, o modelo é elétrico e pode ser controlado de forma remota.

"Máquina tudo em um" – A Nexat 140 Gen 3 é capaz de substituir diversas máquinas agrícolas graças a sua capacidade de acoplar diferentes módulos | foto: divulgação/ Nexat

"Por se tratar de um equipamento de grandes dimensões, a movimentação da máquina da Nexat exige uma atenção da nossa equipe especializada em cargas projeto (cargas com pesos, medidas e dimensões maiores que as cargas convencionais), pois se trata de uma operação complexa que demanda um desenho logístico customizado e integrado, garantindo, assim, a integridade do bem de nosso cliente", destaca Fabio Mattos, gerente de operações logísticas da TCP.

A equipe da TCP ficou responsável por realizar as operações de bordo e de terra do veículo, descarregando-o de um navio de cargas rolantes e, posteriormente, içando a máquina no caminhão de transporte com o auxílio de duas empilhadeiras retrateis de grande porte, conhecidas também como reach stackers (RS).

Momento em que a máquina foi içada por dois reach stackers para ser carregada no caminhão para transporte | foto: divulgação/ TCP.

Assim como a máquina alemã, o Terminal também movimenta uma grande quantidade de outros equipamentos de grande porte, como ônibus, colheitadeiras, escavadeiras, tratores, caminhões e veículos de combate blindados, que ultrapassam as dimensões adequadas para o embarque em contêineres.  "Conhecidas como carga projeto, ou CPJ, as operações com este tipo de mercadoria demandam estudo prévio e capacidade operacional adequada para a realização do transporte, e a TCP conta com a estrutura e expertise necessárias para executar este serviço de forma ágil e minimizando quaisquer riscos de avarias", completa Mattos.

O gerente comercial, de logística e de atendimento da TCP, Giovanni Guidolim, ressalta que "o Terminal investe continuamente para atuar como um terminal one stop shop para seus clientes, oferecendo soluções e serviços logísticos mais modernos disponíveis no mercado para uma gama diversificada de demandas, garantindo maior eficiência e agilidade de acordo com a necessidade individualizada de cada cliente".

TCP movimenta mais de meio milhão de TEUs em tempo recorde

Em 28 de abril de 2024, a TCP atingiu a marca de 500.000 TEUs (medida equivalente a 20 pés de comprimento de contêiner) movimentados com 42 dias de antecedência em comparação ao registrado em 2023. Naquele ano, o feito ocorreu em 9 de junho.

No acumulado do primeiro quadrimestre deste ano, a TCP movimentou 509.230 TEUs, crescimento de 38% em relação aos 368.720 de 2023. Segundo Guidolim "a aquisição de equipamentos, ampliando o parque de máquinas para 40 RTGs (guindastes pórticos sobre pneus) e 69 TTs (caminhões de transporte), assim como a conclusão das obras de reforma dos gates (vias de acesso rodoviário ao terminal) e a conclusão da expansão do pátio reefer, demonstram que os mais recentes investimentos realizados para melhorar a capacidade operacional do Terminal já geram resultados, tanto no aumento do volume movimentado, quanto na conversão de novos clientes, que vêm de diversos estados do país".

Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo