Política Paraná

PGE pede que invasão da Assembleia seja investigada pela polícia

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) classificou a invasão do pr√©dio da Assembleia Legislativa como "antidemocr√°tica" e pediu que o episódio seja investigado.

Por BandNews

14/06/2024 às 10:08:24 - Atualizado h√°

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) classificou a invasão do pr√©dio da Assembleia Legislativa como "antidemocr√°tica" e pediu que o episódio seja investigado. Na ocasião, manifestantes protestavam contra a votação do programa Parceiro da Escola, que terceiriza a administração de 200 col√©gios estaduais. Em uma representação encaminhada à Pol√≠cia Civil, o procurador-geral do Estado, Luciano Borges, afirma que sindicato dos professores estaduais (APP-Sindicato) teria incitado a invasão com o objetivo de paralisar os trabalhos do Legislativo.

No documento Borges argumenta que"não concordar faz parte da democracia. Agora, impedir o exerc√≠cio dos poderes constitu√≠dos e incentivar o descumprimento de decisões judiciais, para mim isso não √© democracia". Al√©m da invasão, os manifestantes quebraram vidraças e entraram em confronto com policiais. A PGE pede que a Pol√≠cia Civil investigue os envolvidos por tentativa de abolição do Estado Democr√°tico de Direito. Em nota, a PC informou que um inqu√©rito foi aberto no mesmo dia da invasão, 3 de junho, e por tanto apura o caso.

Em paralelo, a APP Sindicato afirma que a ocupação nas galerias da Alep não prejudicou o funcionamento da sessão da Assembleia, e que tamb√©m não houve ato antidemocr√°tico.

Informação: Leonardo Gomes

Fonte: BandNews
Comunicar erro

Coment√°rios Comunicar erro

Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo