Educação Ganhando o Mundo

Paraná tem 1ª aluna indígena selecionada para o programa Ganhando o Mundo

Estudante Larissa Takua Poty Ju Lopes, de 15 anos, foi um dos 1,2 mil alunos da rede estadual de ensino selecionados para viajar para Austr√°lia, Canad√°, Irlanda, Nova Zelândia e Reino Unido dentro do programa de intercâmbio da Seed

Por Folha de Irati

11/06/2024 às 11:37:23 - Atualizado h√°

A aluna Larissa Takua Poty Ju Lopes, de 15 anos, ser√° a primeira aluna ind√≠gena a participar do Ganhando o Mundo, programa de intercâmbio do Governo do Estado. A estudante da terra ind√≠gena Tekoh√° A√Īetete, de Diamante do Oeste, no Oeste do Estado, foi um dos alunos selecionados para passar um semestre letivo de 2025 em um pa√≠s estrangeiro. Ela foi recebida na segunda-feira (10) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior no Pal√°cio Iguaçu.

O Ganhando o Mundo tem como objetivo levar alunos a outros pa√≠ses para estudar outras l√≠nguas e conhecer novas culturas, compartilhando com os colegas de escola a experi√™ncia no exterior. A edição do ano que vem ser√° a maior da história do programa, com 1,2 mil selecionados que vão viajar para Austr√°lia, Canad√°, Irlanda, Nova Zelândia e Reino Unido.

"Este √© o maior programa de intercâmbio do Brasil e estamos muito felizes que a Larissa ser√° nossa primeira aluna ind√≠gena do Ganhando o Mundo. Ela vai representar toda a cultura guarani, que √© uma comunidade muito importante do Paran√°, em outro pa√≠s", afirmou o governador.

EXPECTATIVA - Para ser uma das selecionadas, a jovem passou por um processo seletivo que contou com mais de 12 mil estudantes da rede estadual de ensino do Paran√° e levou em conta o desempenho escolar dos adolescentes, a frequ√™ncia deles nas aulas e a participação em atividades extracurriculares.

Larissa, além de ser uma das alunas com as melhores notas da escola, também ajuda os alunos mais novos nos estudos como monitora e tem frequência máxima nas aulas.

Mesmo com toda essa dedicação, a estudante disse que demorou a acreditar que tinha sido uma das selecionadas para o programa de intercâmbio. "Primeiramente eu não acreditei. Foi todo um processo at√© entender que isso tinha acontecido comigo. Foi uma emoção muito grande", contou.

Mesmo sem saber para onde vai, j√° que o pa√≠s de destino de cada aluno ainda ser√° definido em uma etapa posterior do programa, a jovem j√° sabe que ser√° a maior viagem da sua vida. "Eu nunca viajei e nem nunca vi de perto um avião. Eu j√° fui para o Paraguai, j√° que moro na fronteira, e hoje vim para Curitiba. O intercâmbio vai ser uma experi√™ncia muito diferente, com muitas coisas novas, como conhecer um outro pa√≠s muito diferente, uma nova l√≠ngua e novas culturas", disse.

Na bagagem, Larissa vai levar a cultura do povo guarani, representando seus 140 colegas da Escola Ind√≠gena Kuaa Mbo'E e as quase 500 pessoas que vivem na comunidade Tekoha AìĪetete.

"Ela √© uma aluna muito dedicada e esforçada. √Č realmente merecedora disso tudo e todos na escola estão muito felizes por ela, que ser√° a primeira aluna a viajar para outro continente. Certamente isso vai servir de inspiração e motivação para os colegas dela", disse o diretor da escola, Jairo Cesar Bortolini.

O Paran√° tem cerca de 1 milhão de alunos na rede estadual de ensino. Deste total, cerca de 7 mil são ind√≠genas. A maior parte deles estuda em escolas ind√≠genas, que são instituições que promovem a interação dos estudantes com as comunidades locais, preservando as tradições dos povos origin√°rios.

"No caso do col√©gio Kuaa Mbo'E, todos os alunos são da comunidade ind√≠gena. Muitos deles chegam à escola só sabendo falar guarani e aprendem a l√≠ngua portuguesa l√°", afirmou o diretor.

Para o cacique da aldeia Tekoha AìĪetete, João Joetavy Miri Alves, a dinâmica √© fundamental para a preservação da cultura local. "√Č importante para que eles mantenham a cultura guarani, aprendam as duas l√≠nguas e preservem as tradições da fam√≠lia ind√≠gena. Por outro lado, este intercâmbio que a Larissa vai fazer para outro pa√≠s vai ser uma oportunidade de levar a nossa cultura para o mundo todo", disse.

Em Diamante do Oeste, a população ind√≠gena representa cerca de 10% do munic√≠pio. "As comunidades ind√≠genas são muito importantes culturalmente para o munic√≠pio e nós temos muito orgulho que a Larissa ser√° a primeira intercambista da cidade pelo Governo do Estado", afirmou o prefeito Guilherme Pivatto J√ļnior.


GANHANDO O MUNDO - O programa foi lançando em 2019 e, desde então, em suas quatro edições, 1.240 estudantes da rede de ensino j√° viajaram o mundo.

Entre fevereiro e julho de 2022, na primeira edição, 100 alunos foram enviados ao Canad√°, e na segunda, entre julho e outubro do mesmo ano, outros 100 viajaram para a Nova Zelândia. J√° na terceira edição, cujas inscrições foram realizadas em 2023, a França passou a integrar a lista de destinos na versão do Ganhando o Mundo França. Na ocasião, 40 estudantes viajaram ao pa√≠s. Em 2024, na terceira edição do programa, mais mil alunos embarcaram para Austr√°lia, Canad√°, Inglaterra, Nova Zelândia e Estados Unidos.

O intercambista permanece por um per√≠odo letivo (aproximadamente seis meses) em instituições de ensino estrangeiras, tendo a oportunidade de aprimorar o repertório cultural e acad√™mico; vivenciar a realidade de outros pa√≠ses; desenvolver a autonomia; aperfeiçoar o idioma estrangeiro e consolidar-se numa rede de jovens l√≠deres que atuarão nas escolas da rede p√ļblica estadual de ensino.

Os custos de alimentação, hospedagem, transporte, emissão de vistos e passaportes, passagens a√©reas e terrestres, exames m√©dicos, vacinas, seguro viagem e sa√ļde, taxa de matr√≠cula, mensalidade da escola no Exterior, material did√°tico, uniforme, tradução juramentada da documentação escolar, reuniões de orientação, assim como o curso preparatório de l√≠ngua estrangeira, são custeados pela Secretaria de Educação. Os alunos tamb√©m recebem um aux√≠lio de R$ 800 por m√™s.

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo