Pol√≠cia Eleições europeias

Chanceler da Alemanha descarta renúncia após avanço da extrema direita nas eleições europeias

O porta-voz do chanceler alemão Olaf Scholz descartou nesta segunda-feira (10) uma possível renúncia do mandatário após o desempenho ruim da coalizão governista da Alemanha nas eleições europeias.

Por Brasil de Fato

10/06/2024 às 12:42:25 - Atualizado h√°
Foto: JAVIER TORRES - AFP or licensors

O porta-voz do chanceler alemão Olaf Scholz descartou nesta segunda-feira (10) uma poss√≠vel ren√ļncia do mandat√°rio após o desempenho ruim da coalizão governista da Alemanha nas eleições europeias.

"A data das eleições normais são no próximo outono e é isso que planejamos fazer", disse Steffen Hebestreit.

A Alemanha, assim como outros 21 pa√≠ses, foi às urnas neste domingo para eleger os deputados do Parlamento da União Europeia e, em uma tend√™ncia geral no pleito, a extrema direita teve bons resultados e avançou no n√ļmero de assentos.

O partido AfD (Alternativa para a Alemanha, em alemão) obteve seu maior resultado histórico nas eleições europeias, com 15,9% dos votos, o segundo lugar atr√°s dos conservadores da CDU/CSU, de acordo com resultados oficiais divulgados nesta segunda-feira, ainda não definitivos.

J√° a coalizão governista liderada pelo partido de Scholz, o SPD, obteve 13,9% dos votos, o pior resultado em uma eleição nacional desde 1949.

França dissolve Parlamento

J√° na França, a derrota da coalizão governista e o crescimento da extrema direita teve impactos no governo do presidente Emmanuel Macron, que anunciou a antecipação das eleições legislativas para os dias 30 de junho e 7 de julho.

"A ascensão de nacionalistas e demagogos é um perigo não só para nossa nação, mas também para a Europa e para o lugar da França na Europa e no mundo", disse o presidente, que agora busca garantir sobreviv√™ncia pol√≠tica no Parlamento franc√™s.

It√°lia e Bélgica

Na It√°lia, o partido de extrema direita da primeira-ministra, Giorgia Meloni, venceu as eleições europeias. "Irmãos da It√°lia confirma sua posição como principal partido italiano, superando o resultado das √ļltimas eleições", escreveu Meloni na rede X.

O partido Irmãos da It√°lia lidera os resultados com 28,8% dos votos, segundo resultados quase definitivos do Ministério do Interior, acima dos 26% nas √ļltimas eleições nacionais.

Em uma breve intervenção p√ļblica, a primeira-ministra disse estar "orgulhosa do resultado do Irmãos da It√°lia" e "orgulhosa que este pa√≠s se apresente no G7 e na Europa com o governo mais forte de todos".

Na Bélgica, o primeiro-ministro Alexander De Croo apresentou sua ren√ļncia após seu partido ficar em 3¬ļ lugar nas eleições, perdendo para a coalizão de direita (22%) e para o partido de extrema direita (17.5%).

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo