Geral Rio Grande do Sul

Criança ganha festa de aniversário da Polícia Civil em abrigo no RS

Uma criança que sonha em ser policial ganhou uma festa de aniversário da Polícia Civil do Paraná (PCPR).

Por Massa News

21/05/2024 às 09:49:31 - Atualizado há
Foto: TNOnline - UOL

Uma criança que sonha em ser policial ganhou uma festa de aniversário da Polícia Civil do Paraná (PCPR). O menino, de cinco anos, está em um abrigo no Rio Grande do Sul.

Gregory Queiroz ganhou a festa de aniversário neste sábado (18). Durante uma visita da PCPR em um dos abrigos no Rio Grande do Sul, o pai do menino procurou os agentes.

Na conversa, o pai relatou que o menino teria uma festa com a temática da polícia. Entretanto, a chuva levou todos os itens e a festa precisou ser cancelada.

"Ele perguntou se teríamos uma camiseta para dar de presente ao menino. O grupo decidiu então promover uma surpresa para o menino e organizamos uma pequena festa com bolo",

diz o papiloscopista policial Rodrigo Bertuol.

Na sequência, os policiais surpreenderam a criança com a festa de aniversário. Além de celebrar, também o levaram para conhecer a viatura da PCPR.

"A gente agradece muito, infelizmente perdemos tudo que tínhamos programado, então esse momento a gente jamais vai esquecer.

O maior sonho dele é ser policial, vamos fazer de tudo para que isso aconteça e agora ele continua lembrando e falando dos amigos policiais, que ele tem como amigos. E a polícia é isso, amigos da sociedade, então estamos eternamente gratos",

finaliza o pai.

Polícia Civil presta apoio à vítimas no Rio Grande do Sul

A Polícia Civil presta apoio à corporação no Rio Grande do Sul, estado tomado pelas enchentes. São 35 policiais civis paranaenses reforçando a segurança no RS: 30 deles em terra e cinco da equipe aérea da corporação (com helicóptero).

Os policiais civis paranaenses estão auxiliando na segurança dos abrigos. O objetivo é evitar crimes como furtos, assaltos, violência doméstica e até os casos de abusos contra mulheres.

Já os policiais dos grupos especiais da Polícia Civil, como agentes do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) e do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), estão focados em ocorrências mais sensíveis. As equipes patrulham regiões mais perigosas onde atuam facções criminosas.

Fonte: Massa News
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo