Litoral Cidades

Matinhos celebra cultura, gastronomia e sustentabilidade na 5ª Festa da Juçara neste fim de semana

Na próxima sexta-feira (17) e sábado (18), a cidade de Matinhos celebra a cultura, gastronomia e sustentabilidade com a 5ª edição da Festa da Juçara, das 10h às 19h, na Universidade Federal do Paraná (UFPR) sede Litoral.

Por Da Redação

16/05/2024 às 15:12:59 - Atualizado há

Na próxima sexta-feira (17) e sábado (18), a cidade de Matinhos celebra a cultura, gastronomia e sustentabilidade com a 5ª edição da Festa da Juçara, das 10h às 19h, na Universidade Federal do Paraná (UFPR) sede Litoral. O evento, organizado pelo Instituto Juçara de Agroecologia, é um movimento que celebra a palmeira-juçara (Euterpe edulis) e promove sua importância para a região, tanto do ponto de vista ambiental quanto socioeconômico.

"A Festa da Juçara é um festival que vai muito além de uma simples comemoração. É um movimento que busca fortalecer a cultura alimentar da palmeira-juçara, uma espécie ameaçada de extinção no litoral paranaense", explica Dayane Gomes, do coordenadora da Festa da Juçara.

A exploração desenfreada do palmito da juçara colocou a espécie em risco, e o festival propõe uma alternativa: o consumo dos frutos da palmeira, uma fonte rica em nutrientes, saborosa e de alto rendimento.

"A palmeira-juçara, ao contrário do palmito pupunha, que rebrota, não rebrota após o corte do palmito, ou seja, cortou, matou a palmeira. Este é o fundamento técnico-científico do evento, mas também há causas sociais", afirma Dayane.

Uma festa para todos os gostos

A programação da Festa da Juçara é rica e diversificada, com atividades para todos os públicos. As oficinas culturais ensinam técnicas de despolpa da juçara, produção de produtos com a fruta, e construção de estruturas com bambu. A música fica por conta de bandas que valorizam o patrimônio imaterial, como o fandango caiçara, o tambor de crioula e o maracatu, além da banda local de rap Tayobas.

Para as crianças, o Espaço Jussarinhas oferece atividades com o projeto Terrinha Brincante, que mescla arte, cultura popular e agroecologia. Peças de teatro como “O Mago e o Jardineiro” do Projeto Gaia completam a programação infantil.

Oportunidade de negócios para artesãos

Além disso, a Feira Livre, que acontece durante o festival, é uma oportunidade para artesãos locais exporem e venderem seus produtos, incluindo peças com a temática da juçara. Este ano, 43 feirantes estão confirmados, promovendo um ambiente vibrante de comércio e artesanato.

"Este ano tivemos 43 feirantes inscritos na feira, então será uma feira bem bonita, cheia e robusta", diz Dayane, destacando o sucesso da feira.

A importância do reflorestamento

A Festa da Juçara também é um evento engajado na preservação da palmeira-juçara. Em parceria com o Instituto Água e Terra (IAT), o festival distribui mudas de juçara para pessoas que desejam contribuir para o reflorestamento da espécie. A distribuição é feita mediante cadastro, com foco em moradores com quintais produtivos, produtores rurais e pessoas que desejam difundir a palmeira-juçara na região.

"Temos parceria com o Instituto Água e Terra, que nos fornece mudas de juçara para distribuição durante o evento, mediante cadastro, com ênfase em pessoas que têm quintais produtivos e produtores rurais próximos a áreas de manancial, além do público em geral interessado em difundir a palmeira-juçara no território", explica Dayane.

Movimento coletivo

O festival é um evento colaborativo que conta com o apoio de diversos parceiros, como a Prefeitura de Matinhos, através da Lei Paulo Gustavo, o NA Juçara (Núcleo de Agroecologia da UFPR Litoral), o mandato do deputado Goura, o Instituto Água e Terra, e as produtoras culturais Serafilmes e Guapê Cultural.

A UFPR Litoral também é uma parceira fundamental, contribuindo com voluntários, alunos e estudantes que dedicam seu tempo ao evento.

"É um evento colaborativo, que acontece a partir da captação de recursos de várias frentes. Este ano temos o fomento da Lei Paulo Gustavo, nos apoiando nas ações das bandas, dentro do setor cultural do evento", conta Dayane sobre o apoio recebido.

Festival que floresce a esperança

A iniciativa é um exemplo de como a cultura e a sustentabilidade podem andar de mãos dadas. O movimento busca fortalecer a economia local, preservar a biodiversidade e promover a cultura alimentar. Em sua quinta edição, o festival promete um fim de semana cheio de atividades, conhecimento e esperança para um futuro mais verde e sustentável.

"No ano passado, tivemos um público de aproximadamente 500 pessoas. Esse ano esperamos muito mais", diz Dayane, demonstrando a expectativa em relação ao sucesso do evento.

Atividades e atrações

  • Feira Livre com produtos artesanais e da culinária local
  • Oficinas de despolpa da juçara e produção de produtos com a fruta
  • Distribuição de mudas de juçara (mediante cadastro)
  • Apresentação de grupos culturais: Fandango Caiçara, Tambor de Crioula, Maracatu
  • Oficina de construção de estruturas com bambu
  • Espaço Jussarinhas: atividades para crianças com o projeto Terrinha Brincante
  • Apresentação da banda de rap Taiobas
  • Oficinas de produção de sabonetes com polpa de juçara
  • Apresentação de peças de teatro infantil: “O Mago e o Jardineiro” do Projeto Gaia
  • Degustação gratuita do suco de polpa de juçara
  • Espaço para alimentação com opções de comida local
  • Exposição de artesanato com produtos da palmeira-juçara

Serviço

  • Data: 17 e 18 de maio (sexta e sábado)
  • Horário: Das 10h às 19h
  • Local: UFPR Litoral (Matinhos)
  • Entrada gratuita
image-1-17

Fonte: JB Litoral
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes Goiania