Educação Adrianópolis

Pós-Graduação da UFPR forma segunda quilombola da Comunidade João Surá

Por Correio do Litoral

01/04/2024 às 12:29:54 - Atualizado h√°
O Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal do Paran√° (PPGE/UFPR), realizou na quinta-feira (28), a banca de defesa de mestrado da segunda quilombola da Turma Pré-Pós Quilombola João Sur√° (2017). Pela vez uma banca de pós-graduação se realizou em uma comunidade quilombola.

O Quilombo João Sur√° fica no munic√≠pio paranaense de Adrianópolis, no Vale do Ribeira. Foi certificado como remanescente de quilombo pela Fundação Cultural Palmares em 2005.

Carla Fernanda Galvão Pereira, é egressa do curso de Licenciatura em Educação do Campo Ci√™ncia da Natureza. Para a sua defesa, a mestranda escolheu o tema: Infâncias Quilombolas Construindo e Reterritorializando o Território Pol√≠tico e Educativo – Quilombo João Sur√°. "Esse tema me chama atenção devido aos conflitos territoriais que as crianças enfrentam pela falta de pol√≠ticas p√ļblicas para Infância em minha comunidade e também pela falta do reconhecimento dos territórios quilombolas no Brasil todo", disse.

Carla Pereira recebeu orientação da professora Carolina dos Anjos de Borba, que tem experi√™ncia na √°rea de Diversidade Étnico-Racial, com √™nfase em Comunidades Tradicionais, atuando principalmente nos seguintes temas: quilombos, regularização fundi√°ria, educação escolar quilombola, territorialização étnica, campesinato cabo-verdianos, bem viver e povos tradicionais. Além disso, a professora faz parte do Grupo de Pesquisa e Extensão Joana de Andrade, que tem como tema central as lutas das comunidades quilombolas e é composto por quilombolas.

Carolina Borba comenta como tem sido orientar Carla. "Para mim tem sido uma grande alegria, uma honra e o nome do nosso grupo de Pesquisa e Extensão se chama Joana de Andrade em homenagem a avó da Carla e isso é uma relação muito embicada da academia com a Comunidade João Jur√°".

Após a pós-gradução, o v√≠nculo com a UFPR continua. Isso porque Carla foi aprovada na seleção de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento (PPGMade) no in√≠cio do ano, através da pol√≠tica de cotas para quilombolas. "É um grande sonho que se tornou poss√≠vel graças às pol√≠ticas de cotas. O acesso ao doutorado é com certeza uma grande conquista para todos nós quilombolas", pontuou. Carla é uma das primeiras cotistas quilombolas no PPGMade.

Para a mestranda, a UFPR é refer√™ncia. "Faz parte da minha história e da nossa comunidade. Tivemos uma turma da Educação aqui na comunidade quilombola de João Sur√°, turma itinerante que possibilitou a perman√™ncia de muitos quilombolas na universidade para conclusão da graduação", finalizou.

O primeiro a se formar no mestrado da Comunidade Quilombola João Sur√° foi Benedito Florindo de Freitas J√ļnior, dia 27 de julho de 2021, também orientado pela professora Carolina dos Anjos de Borba. Para Carla, tudo isso é uma vitória. "É uma grande vitória coletiva, porque cada vez mais estamos acessando a pós graduação e produzindo ci√™ncias a partir da nossa viv√™ncia no quilombo".

Fonte: UFPR

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo