Geral Paraná

Polícia Ambiental destrói alojamento de caçadores em reserva ambiental no Paraná

Clique aqui para receber as principais informações do dia do Portal Nosso Dia pelo WhatsApp Uma ação conjunta de fiscalização nos Campos Gerais, coordenada pelo Instituto Água e Terra (IAT), encontrou nesta segunda-feira (20) três construções irregulares às margens do Rio Tibagi, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, que serviam de alojamento para caçadores e pescadores ilegais.

Por Da Redação

21/11/2023 às 15:13:30 - Atualizado há
Foto: Reprodução internet

Clique aqui para receber as principais informações do dia do Portal Nosso Dia pelo WhatsApp

Uma ação conjunta de fiscalização nos Campos Gerais, coordenada pelo Instituto Água e Terra (IAT), encontrou nesta segunda-feira (20) três construções irregulares às margens do Rio Tibagi, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, que serviam de alojamento para caçadores e pescadores ilegais. O local é uma Área de Proteção Permanente (APP) e compõe uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Os criminosos conseguiram fugir. A Polícia Ambiental lavrou boletim de ocorrência e os alojamentos serão destruídos.

A ação contou com a parceria do Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde e com o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo (Gaema), vinculado ao Ministério Público do Paraná (MPPR).

Nos ranchos, os fiscais apreenderam material ilegal para pesca predatória como redes; gaiola de espera para caça de animais (paca); espingarda e munição, entre outros itens proibidos. Estão previstas também novas diligências para encontrar os infratores.

O IAT reforça que qualquer cidadão pode apoiar o Estado e ajudar a proteger os animais em situação vitimada, de maus-tratos, tráfico ilegal, cativeiro irregular e atropelamento. As denúncias podem ser feitas ao IAT ou ao Batalhão de Polícia Ambiental – Força Verde, da Polícia Militar do Paraná. Também pode ligar para o Disque Denúncia 181.

No Instituto Água e Terra, a denúncia deve ser registrada junto ao serviço de Ouvidoria, disponível no Fale Conosco, ou nos escritórios regionais. É importante informar a localização e os acontecimentos de forma objetiva e precisa. Quanto mais detalhes sobre a ocorrência, melhor será a apuração dos fatos e mais rapidamente as equipes conseguem fazer o atendimento.

Fonte: Nosso Dia
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo