Polícia Campo Largo

Motorista é preso suspeito de perseguir moto e causar acidente que matou piloto, em Campo Largo

Maykon Valomin, de 20 anos, morreu na √ļltima quinta-feira (14). Segundo den√ļncia, perseguição começou por conta de discussão de trânsito.

Por g1 PR e RPC

21/09/2023 às 11:49:50 - Atualizado h√°
Motorista é preso suspeito de perseguir moto e causar acidente que matou piloto ¬- Foto: Reprodução/RPC

Adonias Salvador Moraes, de 47 anos, foi preso preventivamente nesta quarta-feira (20), suspeito de ter causado a morte de um motociclista após uma discussão de trânsito em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba.

Maykon Valomin, de 20 anos, morreu na última quinta-feira (14), após a moto que ele pilotava ser arremessada contra um poste.


De acordo com a denúncia Ministério Público do Paran√° (MP-PR), câmeras de segurança registraram uma perseguição do motorista do carro contra a moto após um desentendimento.


Segundo as investigações, o motociclista não parou após esbarrar e quebrar o retrovisor do carro. O motorista, então, saiu atr√°s de Maykon para alcanç√°-lo. Após algumas quadras, segundo o MP, Moraes jogou o carro, em alta velocidade, contra a traseira da moto.


Com a batida, o jovem foi arremessado contra um poste e não resistiu.


A denúncia do MP-PR foi aceita pela Justiça, apontou como qualificadoras do crime de homicídio o motivo fútil e o uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.


No documento, o órgão afirma que "a materialidade do delito est√° comprovada pelas imagens das câmeras de segurança, boletim de ocorr√™ncia e laudo de necropsia".


Por meio de nota, a defesa de Adonias Salvador Moraes afirmou que ele permaneceu no local do acidente e prestou os primeiros socorros à vítima. Além disso, conforme os advogados, Adonias est√° cooperando com as investigações e tem como prioridade assumir a responsabilidade pelas ações.


A nota afirma que o motorista est√° enfrentando o momento com pesar e que est√° à disposição para prestar apoio àqueles que foram afetados.


'Filho vai fazer falta', diz pai

O pai da vítima, Joel Valomi, espera que a justiça seja feita e relembra do filho como um jovem dedicado e trabalhador.


"Por mais que uma pessoa erre, nada justifica. O filho vai fazer falta para nós. Ele era trabalhador, estava contente que tinha recebido promoção na empresa, estava alegre, faceiro", lamenta.

Fonte: G1
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes Goiania