Geral Estônia

Estônia, Lituânia e Letônia ameaçam confiscar veículos russos

Autoridades dos Países Bálticos alertaram que veículos de passageiros com placas russas poderão ser confiscados em breve, devido a uma proibição de entrada em vigor em toda a região.

Por Da Redação

15/09/2023 às 19:40:48 - Atualizado há

Autoridades dos Países Bálticos alertaram que veículos de passageiros com placas russas poderão ser confiscados em breve, devido a uma proibição de entrada em vigor em toda a região. As informações são do jornal independente The Moscow Times.

Lituânia, Letônia e Estônia emitiram, ao longo desta semana, proibições consecutivas à entrada de automóveis registrados na Rússia. Essas medidas foram adotadas após a Comissão Europeia esclarecer que as regulamentações existentes proíbem a importação ou transferência de mercadorias originárias do território russo.

A agência de notícias estatal russa RIA Novosti repercutiu a fala do ministro do Interior da Estônia, Lauri Laanemets, que afirmou na quinta-feira (14) que “essas ações [de confiscar veículos com placas russas] devem ser implementadas e é necessário chegarmos a esse ponto”.

Trânsito em Riga, capital da Letônia (Foto: WikiCommons)

Laanemets levantou a questão: “Por que os carros com placas russas circulam na Estônia? Se esses carros estão constantemente em circulação aqui, talvez devessem ser registrados na Estônia?”.

Laanemets esclareceu que estava expressando sua opinião pessoal sobre a questão dos carros registrados na Rússia dentro da Estônia, uma questão que planejava abordar em uma reunião do gabinete na quinta-feira.

O chefe da alfândega da Lituânia, Darius Zvironas, emitiu um aviso semelhante, alertando que os motoristas “poderiam enfrentar acusações e ter seus veículos confiscados” se não cumprissem as instruções.

Por outro lado, os apoiadores do crítico do Kremlin preso, Alexei Navalny, pediram aos líderes dos países bálticos que suspendessem a proibição de veículos, argumentando que ela prejudicava os exilados de guerra russos e contribuía para a narrativa do Kremlin sobre o sentimento anti-russo no Ocidente.

Moscou acusou a União Europeia (UE) de “racismo” devido à proibição de veículos de passageiros, enquanto o ex-presidente Dmitry Medvedev apelou à suspensão das relações diplomáticas.

Finlândia segue o mesmo caminho

A Finlândia também anunciou que proibirá a entrada de veículos de passageiros registrados na Rússia a partir de sábado (16), conforme declarou a ministra das Relações Exteriores do país, Elina Valtonen, nesta sexta. As novas medidas entrarão em vigor após a meia-noite, segundo o The Moscow Times.

Valtonen explicou que a expectativa é que as novas regras reduzam significativamente o tráfego na fronteira entre a Finlândia e a Rússia. No entanto, cidadãos da UE, seus familiares diretos, diplomatas e pessoas que viajam por motivos humanitários estão isentos dessas restrições, de acordo com a emissora estatal Yle.

Fonte: A Referência
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo