Geral curitiba

Entidade mundial procura "superinteligentes" e teste de QI acontece em Curitiba

Por Nosso Dia

24/05/2022 às 09:19:48 - Atualizado há

Cadê os 'superinteligentes'? A Associação Mensa Brasil, entidade que reúne pessoas e profissionais de altas capacidades intelectuais no País, está à procura dessas pessoas que possuem altas habilidades/superdotadas, popularmente chamadas de "superinteligentes".

Cerca de 2% dos habitantes do País podem apresentar sinais de altas habilidades, com um QI muito acima da média. Foto: Pixabay


Neste sábado, dia 28, às 10h, acontece uma rodada de testes de admissão com avaliação de QI (quociente de inteligência) em 15 cidades brasileiras. Além de Curitiba, capital paranaense, outras cidades também oferecerão Araraquara – SP, Belém – PA, Belo Horizonte – MG, Brasília – DF, Campinas – SP, Cuiabá – MT, Curitiba – PR, Fortaleza – CE, Natal – RN, Porto Alegre – RS, Ribeirão Preto – SP, Rio de Janeiro – RJ, Salvador – BA, São Paulo – SP e São José dos Campos – SP.

As avaliações são destinadas a pessoas com 17 anos ou mais e que cursem ou que tenham formação no ensino superior. O local do teste é informado de maneira individual e privada aos inscritos. Os testes são feitos de forma presencial, conforme diretrizes do Conselho Federal de Psicologia (CFP), e seguem todos os protocolos de segurança sanitária.

A associação é afiliada brasileira oficial da Mensa Internacional, principal organização de alto quociente de inteligência (QI) do mundo. A entidade está presente em cerca de 100 países e conta com, aproximadamente, 145 mil membros.

Descoberta de 19 superinteligentes no Brasil

Em março deste ano, a entidade identificou 19 brasileiros superinteligentes, indivíduos com QI muito acima da média, os quais foram convidados a integrar a Associação Mensa Brasil a partir deste ano.

A descoberta dos superinteligentes aconteceu durante a rodada de testes de admissão da Mensa em março, em dez cidades brasileiras nos estados do Rio de Janeiro, Paraná, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pará e Distrito Federal.

Segundo Rodrigo Sauaia, presidente da Associação Mensa Brasil, o tema altas habilidades/superdotação é de suma importância para o País. "A inteligência é ferramenta cada vez mais estratégica para o desenvolvimento e a evolução da sociedade, em todos os campos da vida humana. Por isso, precisamos identificá-la e fomentá-la no Brasil. Com isso, poderemos usar essas capacidades em benefício dos indivíduos e da humanidade", explica Sauaia.

"Trazer esse tema para a agenda nacional é fundamental para pessoas com alta inteligência, ao proporcionar ambientes que ajudem no desenvolvimento de suas habilidades e potenciais, muitas vezes desconhecidos pelas próprias pessoas, por seus familiares, seus professores e seus colegas de trabalho", observa Sauaia.

Potência intelectual adormecida

Na avaliação de Sauaia, o Brasil é uma potência intelectual ainda adormecida e subaproveitada. "Temos uma das maiores populações do planeta. Cerca de 2% dos habitantes do País podem apresentar sinais de altas habilidades, com um QI muito acima da média. Porém, ainda não há um mapeamento abrangente destes indivíduos. Também faltam programas e políticas públicas adequadas para apoiá-los a se desenvolver e contribuir com o avanço da nossa sociedade", alerta Sauaia.

"Por isso, nossa entidade está comprometida em aumentar o conhecimento da população sobre o tema, ampliar a identificação de pessoas com alto QI e criar um ambiente positivo para que possam interagir e se desenvolver", reforça Sauaia.

Um dos principais mitos sobre pessoas superinteligentes é de que se trata de um grupo homogêneo, com personalidades e históricos parecidos. Em realidade, o alto QI está presente em diferentes etnias, gêneros, classes sociais, níveis de escolaridade, situações econômicas e em personalidades com as mais variadas visões de mundo.

"Isso faz da nossa entidade um ambiente muito diverso, dinâmico e inclusivo", comenta Sauaia. A Associação Mensa Brasil tem levantado dados e informações, para ajudar a traçar um perfil dos superinteligentes no Brasil.

Em média, a população brasileira apresenta QI de 100 pontos, com variação de 15 pontos para mais ou para menos, ou seja, numa faixa entre 85 e 115 pontos. Pessoas com altas habilidades e superdotação apresentam QI muito acima dessa média. Os valores podem variar para cada país e também de acordo com os diferentes tipos de testes existentes.

Serviço

Teste de admissão e avaliação de alto QI da Associação Mensa Brasil

Data: 28 de maio de 2022, às 10h

O local do teste é informado individualmente aos candidatos confirmados.

Para inscrições, acesse o website: https://mensa.org.br/admissao/ ou entre em contato pelo e-mail [email protected]

Fonte: Nosso Dia
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2022 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: [email protected] / 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo