Política Nota

Municípios buscam recursos para pagar piso da enfermagem

Por Da Redação

06/05/2022 às 19:44:18 - Atualizado há

Após a aprovação na Câmara dos Deputados do projeto de lei que estabelece o piso salarial da enfermagem, a Confederação Nacional dos Municípios (CNM) se reuniu para buscar soluções para obter os recursos necessários para arcar com os novos salários. Dos R$ 16 bilhões previstos pela Câmara para que a categoria seja atendida pelo novo fundo, R$ 9,4 bilhões deverão vir de municípios.

A alternativa levantada pelos municipalistas foi tentar incluir no relatório da PEC 11/2022, que prevê a transferência de recursos da União aos municípios para os custos do piso salarial de agentes comunitários de saúde, a inclusão dos salários de enfermeiros, bem como de técnicos e auxiliares de enfermagem.

O conteúdo deste texto foi publicado antes no Congresso em Foco Insider, serviço exclusivo de informações sobre política e economia do Congresso em Foco. Para assinar, clique AQUI e faça uma degustação gratuita de 30 dias.

O piso da enfermagem, porém, ainda não possui força de lei. Aprovado nas duas casas do Congresso, o projeto ainda está no prazo de análise para receber sanção ou veto do presidente Jair Bolsonaro (PL). Durante a votação na Câmara dos Deputados, a posição do governo foi de orientação contra o piso, considerando que o texto atual possui chances maiores de receber veto, o que levaria o texto para uma nova análise do Legislativo.

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2022 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: [email protected] / 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo