Polícia EXCLUSIVA

Mãe sabe que filho morreu depois de 10 anos de procura

Ela vinha a Curitiba várias vezes ao ano, na esperança de achar o rapaz

Por Luciana Pombo

03/12/2021 às 12:32:20 - Atualizado h√°
Arquivo da família

A dona de casa Maria José Soares, de 57 anos, n√£o sabia mais o que fazer. H√° 10 anos, ela procurava o filho em Curitiba e em Santa Catarina, vivo ou morto. O rapaz era casado com uma mulher curitibana e desapareceu em abril de 2011, deixando dois filhos. Maria José falava com ele sempre por telefone, mas deixou de ter notícias e resolveu procur√°-lo em todos os lugares. No Instituto Médico Legal (IML), ela ia todos os anos.

No entanto, foi somente agora que ela teve um comunicado informando que as digitais do filho dela batiam com um indigente encontrado morto no dia 21 de abril de 2011, nas cavas do Parque Igua√ßu. O corpo foi encontrado j√° em estado de decomposi√ß√£o, o que impediu que fosse verificada a causa da morte. "N√£o fiquei satisfeita com essa informa√ß√£o. Eles n√£o tinham foto do corpo dele, para eu identificar a tatuagem e só viram que as digitais eram as dele agora?", questionou ela.

A mãe, que não cansou de procurar o filho no passado, agora quer entender o motivo da morte. "Ele estava muito triste, muito triste mesmo. Não sei se ele se matou, se foi um infarto, se mataram ele, se foi uma overdose. Não tenho como saber. Não me mostraram um boletim de ocorrência, nada. Quero somente saber a verdade", desabafou.

Maria José é do litoral de Santa Catarina. O ex-marido, pai do Michel Washington Soares, morava no Boqueir√£o – perto de onde o corpo foi encontrado. "Cheguei a ir a Bahia atr√°s dele, porque me disseram que viram ele l√°. Mas era apenas alguém um pouco parecido. Nunca cansei de procurar. Queria achar, mesmo que ele estivesse morto, para colocar um ponto final neste sofrimento", disse ela.

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2022 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Avenida Emilio Jhonson, 323 - sala 4. Centro. Almirante Tamandaré - PR. Fonte: (41) 9 9229-1359.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo