Geral Canal Tech

Muito além do celular | 5 aparelhos com 5G de carros a drones

Por Da Redação

28/11/2021 às 10:11:39 - Atualizado há

Não há como deixar de relacionar a tecnologia 5G com suas grandes velocidades de conexão, que permitirão o download de filmes e outros arquivos pesados em dispositivos móveis, em apenas alguns segundos. Porém, a novidade terá implicações ainda mais relevantes em outros produtos, que poderão ter suas capacidades ampliadas de forma significativa — e portanto, até mesmo redefinindo a forma que se lida com tais objetos. Confira cinco aplicações úteis da nova tecnologia de conectividade:

Carros cada vez mais inteligentes e conectados

Carros precisarão do 5G para funcionar corretamente por conta própria (Imagem: Divulgação/Samsung)

O trânsito das grandes cidades poderá ser mudado completamente nos próximos anos, e o 5G é parte deste processo. Mesmo que seja possível colocar carros autônomos nas ruas sem a última geração da conectividade móvel, somente os baixos níveis de latência e alta confiabilidade do 5G farão com que estes produtos apresentem níveis satisfatórios de estabilidade e segurança.

Automóveis que se dirigem sozinhos necessitam realizar um fluxo de dados muito grande, o que exige altas velocidades de conexão — não somente nos carros em si. Em geral, existem quatro tipos de comunicação que precisam acontecer ao mesmo tempo para que veículos possam transitar sem problemas: o V2V (veículo para veículo), V2P (veículo para pedestre), V2I (veículo para infraestrutura) e V2N (veículo para network, ou rede de informações).

-
CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.
-

Além disso, o trânsito é composto por milhares de carros andando ao mesmo tempo, e não há como tornar esse ambiente mais seguro sem uma internet que apresente um nível impecável de estabilidade. Por isso, apesar de o 5G representar um grande avanço na direção da popularização dos carros autônomos, essa realidade ainda pode levar um certo tempo para acontecer em larga escala.

Um recurso que pode ser disponibilizado de forma mais rápida é a implementação de elementos de realidade aumentada no para-brisas do carro. Atualmente, vários modelos já têm instrumentos como velocímetros e conta-giros projetados no vidro, mas com o 5G o leque de possibilidades será bastante ampliado, com a indicação de direções do GPS em tempo real no campo de visão do motorista e alertas de acidentes ou outros obstáculos na pista, por exemplo.

Informações no para-brisas serão complementadas com o 5G (Imagem: Divulgação/SpringWise)

Não somente o motorista poderá ser beneficiado com o 5G nos carros. O sistema de entretenimento interno dos automóveis também será melhorado, com uma quantidade maior de conteúdos disponíveis de forma mais fácil, rápida e com maior qualidade. Portanto, será possível acessar rapidamente os episódios das melhores séries, ou ouvir uma grande quantidade de músicas antes mesmo de chegar ao trabalho, em telas integradas nos automóveis e sem a necessidade de download antes de sair de casa.

Óculos para realidade virtual/aumentada

Óculos de realidade virtual/aumentada tendem a se popularizar com o 5G (Imagem: SkyWell Software)

A velocidade de transferência de dados sempre foi uma das grandes barreiras que agem contra a popularização de óculos de realidade virtual/aumentada (VR/AR, respectivamente). Afinal, não basta receber as informações de forma rápida e precisa, já que é necessário que as imagens sejam exibidas com uma naturalidade compatível com o olho humano, o que é praticamente impossível de acontecer sem o uso de conexões por cabos.

É aí que a baixa latência e alta velocidade do 5G entram em ação novamente. As aplicações para os óculos desse tipo são incontáveis, e as possibilidades deverão ser limitadas apenas pela criatividade humana. Um dos assuntos mais comentados no mundo da tecnologia é o chamado “metaverso”, proposta de Mark Zuckerberg para um mundo virtual colaborativo, onde as pessoas poderão trabalhar e fazer outras tarefas diversas por meio de modelos 3D mostrados pelo visor dos óculos em tempo real — naturalmente, o 5G é parte importante do desenvolvimento desta ideia.

Além disso, poderão ser feitos treinamentos diversos para profissionais de diferentes áreas, como a engenharia e a inspeção, entre outras. Além de promover uma redução de custos — pois evita o desperdício de materiais do mundo real, por exemplo —, esse tipo de aplicação pode representar um salto de segurança para os funcionários, pois eles estarão ainda mais preparados antes de realizar uma ação potencialmente perigosa na prática.

Óculos VR sem fio terão funcionalidades melhoradas (Imagem: Divulgação/Telefonica)

Outra área muito relevante para as tecnologias de realidade virtual/aumentada é a de jogos. Vários títulos atuais já oferecem suporte para VR, mas o aumento das velocidades de conexão permitirá uma movimentação bem mais livre por conta da ausência de cabos conectores.

Além disso, com a popularização dos serviços de jogos por streaming, não será mais necessário possuir um console físico dentro de casa, pois todos os processos de processamento e renderização gráfica serão feitos em um servidor que fica a milhares de quilômetros de distância — tal serviço já existe atualmente, mas ainda depende de uma velocidade de conexão que não é acessível para várias pessoas, e apenas pode ser usada com internet "fixa" caso se queira uma experiência satisfatória.

Telemedicina

Cirurgias remotas acontecerão de forma mais precisa com o 5G (Imagem: Digi international)

No campo da medicina, o 5G servirá principalmente para aproximar os médicos especialistas dos seus pacientes. Em aplicações mais avançadas, cirurgiões poderão trabalhar de forma completamente remota, pois a alta transferência de dados possibilitará que até mesmo os movimentos mais sutis sejam capturados e reproduzidos com perfeição por braços robóticos. Toda a operação poderá funcionar sem atrasos e com um alto nível de estabilidade de conexão, o que é essencial durante as longas horas que são necessárias para realizar os procedimentos.

Não é somente nos hospitais que o 5G servirá para salvar vidas, já que muitas tecnologias estão sendo desenvolvidas para implementar a conectividade de última geração nas ambulâncias. Com isso, será possível fazer intervenções mais complexas durante o caminho até uma unidade médica, em que o especialista conferirá a condição de um paciente com detalhes, mesmo a quilômetros de distância.

Portanto, alguns minutos serão economizados, o que pode representar a diferença entre a vida e a morte do paciente, dependendo do caso — os hospitais também poderão ficar menos sobrecarregados em momentos de crise, o que permitirá um atendimento mais eficiente.

Ambulâncias conectadas com o 5G poderão evitar sobrecarregamento nos hospitais (Imagem: thepaper.cn)

Naturalmente, enfermidades mais leves também poderão ser atendidas com maior agilidade. Desde o início da pandemia de covid-19, os atendimentos não presenciais se tornaram cada vez mais comuns, e a alta velocidade de conexão permitirá videoconferências com maior qualidade de vídeo e áudio, a uma resolução 4K ou até mesmo mais alta.

Algoritmos de inteligência artificial também poderão funcionar com maior precisão e eficiência por meio do 5G, com a análise inteligente de dados em dispositivos móveis e vestíveis, além de machine learning para identificar possíveis problemas de forma mais rápida e correta. A comunicação com os hospitais será direta, e em alguns casos dispensará o chamado de um ser humano antes da vinda de uma ambulância, por exemplo.

Alarmes e outros sistemas de segurança

5G auxiliará na segurança privada e pública (Imagem: GSC Segurança)

Se atualmente os sistemas de segurança por vídeo costumam apresentar imagens de qualidade questionável, essa realidade poderá ser uma questão do passado com a popularização do 5G. Câmeras e outros produtos do tipo costumam enviar imagens e dados para a nuvem, com uma capacidade mais limitada de transferência de dados, e consequente menor resolução dos conteúdos capturados.

Porém, com a nova tecnologia de conectividade, será possível aumentar o desempenho a ponto de permitir a gravação de imagens em 4K ou até 8K, com upload e download dos conteúdos em uma questão de segundos. Além disso, celulares poderão mostrar as imagens ao vivo e em detalhes, mesmo em regiões que não tenham conexões fixas, e estejam mais afastadas dos grandes centros.

Não são somente os serviços de segurança particular que se beneficiarão com o 5G. Funções públicas como monitoramento de ruas, detecção de incêndios, gerenciamento de multidões e contagem de tráfego serão aprimoradas, com a possibilidade de upload de diversas fontes ao mesmo tempo com alta qualidade, o que deverá incrementar o nível geral de precisão.

Drones

Drones terão suas capacidades ampliadas com o 5G (Imagem: Aditya Chinchure/Unsplash)

Quando se pensa em drones atualmente, é natural lembrar dos equipamentos voltados para capturas de fotos e vídeos em ângulos que seriam inimagináveis antes da popularização destes produtos — com o 5G, as possibilidades de uso dos objetos voadores compactos será maximizada. Uma das grandes áreas que será beneficiada com o uso dos drones é a de compras online, já que será possível receber encomendas dentro de prazos extremamente curtos, com entregas na porta de casa sem a necessidade de funcionários humanos.

Assim como no caso dos automóveis, os drones também dependerão de altos fluxos de dados para funcionarem dentro de um ambiente com vários dispositivos semelhantes realizando tarefas similares, ao considerar grandes redes de entregas das maiores varejistas existentes.

A Amazon conduz um programa de entregas por drones denominado Prime Air. Com ele, a companhia promete que os produtos comprados chegam às mãos dos consumidores em, no máximo, 30 minutos, com segurança e praticidade para milhões de pessoas.

O serviço está em fase experimental desde 2016 e vem passando por diversas crises desde então, por conta de problemas relacionados à equipe de desenvolvimento da tecnologia. Porém, o 5G poderá ser uma espécie de “luz no fim do túnel”, tanto para a Amazon, quanto para outras companhias que queiram desenvolver novidades similares.

Amazon Prine Air é um projeto que pode liderar entregas com drones (Imagem: Divulgação/Amazon)

Além do transporte de produtos, existe uma grande quantidade de usos para drones com conectividade 5G. Eles podem ser úteis na área de segurança com monitoramento de ambientes urbanos, mapeamento e proteção de áreas ambientais, entre outras tarefas citadas no item anterior.

Outros drones com utilidades curiosas podem ser conferidos no vídeo abaixo:

A conectividade 5G deverá ser implementada aos poucos no Brasil. A promessa do Ministério das Comunicações é de colocar a nova geração de conectividade em todas as capitais nacionais até a metade de 2022, com cobertura completa dos municípios prevista para depois de 2028, que é quando todas as cidades com mais de 30 mil habitantes deverão receber a disponibilização do 5G.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canal Tech
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2022 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Avenida Emilio Jhonson, 323 - sala 4. Centro. Almirante Tamandaré - PR. Fonte: (41) 9 9229-1359.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo