Política Grande Curitiba

Vereador é alvo de operação do Gaeco em Almirante Tamandaré

Ele e outros agentes políticos são investigados por corrupção

Por Luciana Pombo

11/11/2021 às 22:45:48 - Atualizado há
Gaeco

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu hoje em Almirante Tamandaré 12 mandados de busca e apreensão em endereços particulares e públicos. A ação faz parte da Operação Óbolo, que investiga suposta solicitação e recebimento de propina por agentes políticos da cidade para supostamente facilitar a aprovação de projeto para construção de um cemitério e um crematório.

O pedido e o recebimento teriam sido concretizados com a participação de intermediários que teriam pedido R$ 350 mil para autorização do empreendimento. A denúncia foi do próprio empresário – que tinha imóvel indicado para a construção. Documentos e telefones celulares foram apreendidos – inclusive de vereador mais votado da cidade e que está sendo investigado, segundo o Gaeco, por suposta corrupção. Cezar Manfron não foi hoje a sessão extraordinária e emitiu no final do dia nota oficial. Informações davam conta que ele teria ido dar depoimento no Gaeco, o que foi negado pelo procurador Leonir Batistti (com quem conversamos por telefone).


Seis empresas, três residências e três secretarias municipais também foram alvo da operação que ocorreu em Almirante Tamandaré e em Colombo. Batistti informou que as investigações estão sob sigilo judicial e que após a análise dos telefones e dos documentos, deverá ser oferecida denúncia.

Outras investigações – A Delegacia de Crimes de Corrupção de Curitiba também tem investigações que envolveriam o mesmo vereador em Almirante Tamandaré. Recentemente a casa da ex-mulher dele foi alvo de operação policial sobre possível licitação direcionada na iluminação pública.

Conselho de Ética – Apesar das diversas denúncias e da presença de lideranças políticas que teriam sido prejudicadas no passado pelo mesmo parlamentar, até hoje não foi aberta qualquer sindicância ou procedimento investigativo na Câmara Municipal. Aliás, investigações também estão correndo sobre suposto recebimento de propina por parte de vereadores que foram flagrados em câmeras de vídeo colocadas no parlamento com suposta autorização da então presidência.

Prefeitura – Em nota oficial, a Prefeitura de Almirante Tamandaré se disse surpresa com a ação e as diligências já que tem colaborado com as investigações. Em nota oficial, o Município disse que permanecerá colaborando para que o caso seja profundamente investigado.


Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2022 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: [email protected] / 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo