Sa√ļde Mundo

Países que concentram maioria das vacinas atravessam 4º onda de covid-19 causada pela delta

Por Brasil de Fato

05/09/2021 às 09:28:51 - Atualizado h√°

Para os organismos multilaterais, a América Latina tem sido afetada de maneira "desproporcional" por aspectos pol√≠ticos e econômicos que impedem a acelera√ß√£o da imuniza√ß√£o e da aplica√ß√£o de quarentenas radicais.

Para isso, a Organiza√ß√£o Pan-Americana da Sa√ļde anunciou a cria√ß√£o de uma plataforma para fabricar imunizantes na América Latina. A primeira iniciativa seria transferir tecnologia para que os pa√≠ses possam replicar fórmulas existentes.

"A proposta é interessante, mas vai depender da suspens√£o das patentes que est√° em discuss√£o na Organiza√ß√£o Mundial do Comércio. N√£o só a vacina, mas toda a cadeia produtiva est√° protegida pela propriedade industrial. Ent√£o os pa√≠ses dependem disso para n√£o sofrer san√ß√Ķes", explica o advogado sanitarista Daniel Dourado.

Para a médica infectologista. a proposta de criar uma plataforma regional deveria fazer parte das pol√≠ticas p√ļblicas de sa√ļde de governos latino-americanos.

"N√£o basta que as ind√ļstrias farmac√™uticas instalem suas estruturas nos nossos pa√≠ses. Devemos criar um polo regional. Do ponto de vista geopol√≠tico, essa quest√£o é estratégica. Avan√ßar nesse aspecto nos permite descolonizar a produ√ß√£o de conhecimento. Nós temos condi√ß√Ķes de fazer isso no Chile, no Brasil, no México, Colômbia, Peru e outros lugares", ressalta.

O levantamento das patentes entrou em debate em outubro de 2020 na OMC, mas foi barrado três vezes pelo voto contrário dos Estados Unidos e da União Europeia.


A OMS prev√™ que a variante Delta, até 50% mais contagiosa que a cepa original do v√≠rus sars-cov2, ser√° predominante no mundo até final de 2022 / NIAID / Fotos P√ļblicas

Novas plataformas

A press√£o exercida pelos pa√≠ses ricos e a concentra√ß√£o de mercado das vacinas também influenciou na efetividade do Consórcio Covax, lan√ßado pela OMS com a Alian√ßa para a Vacina√ß√£o (Gavi) e a Coaliz√£o para Inova√ß√Ķes em Prepara√ß√£o para Epidemias (Cepi). O objetivo é reunir fórmulas suficientes para imunizar ao menos 20% da popula√ß√£o de cada pa√≠s que assinasse o acordo.

Segundo os √ļltimos dados oferecidos, até julho, o Brasil e o México foram os pa√≠ses mais beneficiados com doses, porém outras na√ß√Ķes, como a Venezuela, ainda esperam pelo primeiro lote.

"O consórcio Covax depende da doa√ß√£o de pa√≠ses ricos. A ideia é muito boa, inclusive é anterior à pandemia, mas a lógica de distribui√ß√£o é a lógica de mercado", destaca Dourado.

O lobby das maiores farmac√™uticas afetou o mercado global. Na Finl√Ęndia, em maio de 2020, cientistas desenvolveram uma fórmula contra o novo coronav√≠rus, apelidada de "Linux", em alus√£o ao sistema operacional alternativo ao Windows, j√° que os pesquisadores da Universidade de Helsinki pretendiam distribuir a fórmula livremente, sem patentes.

Porém o governo optou por comprar doses da Moderna ao invés de investir na vacina própria. O governo de Vladimir Putin também acusa a Uni√£o Europeia de fazer press√£o pol√≠tica ao negar o acesso de turistas que tenham se vacinado com a Sputnik V.

No dia 1¬ļ de setembro, a Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde inaugurou, em Berlim, um Centro de Intelig√™ncia para Preven√ß√£o de Pandemias e Epidemias, para, segundo o diretor geral, Tedros Adhanom, diminuir os problemas de "coopera√ß√£o multilateral" diante de emerg√™ncias sanit√°rias.

Enquanto alguns pa√≠ses continuam esperando pelas doa√ß√Ķes, outros come√ßam a aplicar terceira dose em pacientes com mais de 60 anos. Para os especialistas a prioridade deveria ser aumentar a taxa de vacina√ß√£o em todas as regi√Ķes antes de aplicar doses de refor√ßo.

"Se devemos diminuir a dose viral no mundo, isso significa que a distribui√ß√£o das vacinas deve ser equitativa. Dever√≠amos criar um sistema de pesquisa biomédica descentralizada, no qual Europa e EUA n√£o sejam o centro, mas que outros pa√≠ses também tenham condi√ß√Ķes de desenvolver e produzir imunizantes, inclusive para pandemias futuras", defende Mercedes López.

Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2021 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Avenida Emilio Jhonson, 323 - sala 4. Centro. Almirante Tamandaré - PR. Fonte: (41) 9 9229-1359.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo