Geral Paraná

Nova tecnologia de combate à dengue será implantada no Paraná

As cidades de Foz do Iguaçu e Londrina vão inaugurar neste mês de julho a Biofábrica Wolbachia para ajudar no combate às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti.

Por Da Redação

11/07/2024 às 08:53:06 - Atualizado há

As cidades de Foz do Iguaçu e Londrina vão inaugurar neste mês de julho a Biofábrica Wolbachia para ajudar no combate às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti. A biofábrica vai utilizar uma nova tecnologia, que consiste na eclosão de ovos do mosquito Aedes Aegypti com o microorganismo chamado de Wolbachia.

Os mosquitos que possuem Wolbachia não contraem os vírus da dengue, zika, chikungunya e febre amarela. O objetivo é soltar estes mosquitos para cruzar com os outros e desenvolver uma nova geração de Wolbachia.

Veja mais: Dona de clínica é suspeita de enganar pacientes no Paraná

Para a seleção foram considerados municípios com mais de 100 mil habitantes que são responsáveis pela maior parte dos casos de arboviroses urbanas, o clima da região, o número de casos prováveis de dengue nos últimos 10 anos, a incidência de dengue nos últimos cinco anos e a presença de aeroporto.

A expectativa é que sejam soltos aproximadamente 4,2 milhões de mosquitos por semana nestas duas cidades. Este projeto tem apoio da Fiocruz, Ministério da Saúde, Governo do Estado do Paraná e prefeituras de Foz do Iguaçu e Londrina.

Informações: Lorena Pelanda, com assessoria

Fonte: BandNews
Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo