Geral Bahia

Fundo ligado a ACM Neto planeja condomínio de luxo e ameaça área na BA

Localizado entre os distritos de Arraial d´Ajuda e Trancoso, em Porto Seguro, na Bahia, o Parque Municipal da Lagoa Azul ainda se mantém preservado.

Por Da Redação

10/07/2024 às 14:53:18 - Atualizado há
Foto: Brasil de Fato

Localizado entre os distritos de Arraial d´Ajuda e Trancoso, em Porto Seguro, na Bahia, o Parque Municipal da Lagoa Azul ainda se mantém preservado. O local chama a atenção por sua beleza, com uma lagoa azul emoldurada por falésias em uma praia. Agora, o local é ameaçado pela construção de um residencial de luxo ligado ao ex-prefeito de Salvador e ex-deputado federal Antonio Carlos Magalhães Neto, o ACM Neto. As informações são da Agência Pública.

ACM Neto é um dos cotistas do Praia do Castelo Fundo de Investimento Imobiliário, responsável pelo empreendimento de mil unidades residenciais, que será erguido sobre as falésias que cercam a Praia de Lagoa Azul.

Conforme a Agência Pública noticiou, o local vem passando por mudanças nas últimas duas décadas. Resorts foram sendo erguidos substituindo a vegetação, a erosão vem aos poucos reduzindo a superfície e a coloração das falésias, e desvios do rio que vertia entre as encostas foram diminuindo a superfície da lagoa.

De acordo com a reportagem, um estudo publicado em 2023, contratado pela Prefeitura de Porto Seguro, analisou e descobriu a necessidade da criação de uma unidade de conservação no local, com o fim de preservar a fauna e a natureza da região.

A Praia do Castelo Fundo de Investimento Imobiliário tem planos para construir helipontos, elevadores panorâmicos e clubes de esportes na área.

319 campos de futebol

O terreno de 319 hectares, equivalente a cerca de 319 campos de futebol, onde serão feitas as obras, foi adquirido em 2022, por um valor de R$ 140 milhões, pelo Praia do Castelo Fundo de Investimento Imobiliário, empresa responsável pelo empreendimento.

Entre os cotistas está ACM Neto, atualmente secretário-geral do União Brasil.

A comunidade e a população do local temem, também, que o empreendimento possa limitar o acesso às praias. Com o início das obras, barreiras foram instaladas provocando protestos dos trabalhadores que dependem do turismo para sustentar a família.

Procurada pela Agência Pública, a Prefeitura de Porto Seguro explicou que “o relatório e o estudo completo estão sendo analisados pela Secretaria de Meio Ambiente e Causa Animal em conjunto com o Conselho Municipal de Meio Ambiente e técnicos da empresa que elaborou o estudo”.

A assessoria de ACM Neto pediu à Agência Pública que procurasse o Praia do Castelo Fundo de Investimento Imobiliário. Já a empresa relatou que cumpre as obrigações operacionais e regulatórias.

Além disso, Ricardo Carneiro, gestor do Praia do Castelo, informou para a Agência Pública que “estudos arqueológicos já foram contratados e as pesquisas em campo estão em andamento através de equipes especializadas”. A assessoria de imprensa de ACM Neto orientou a reportagem a procurar Carneiro.

As praias de Taípe e Lagoa Azul são das últimas áreas do litoral de Porto Seguro, sem proteção ambiental, que ainda não foram totalmente tomadas por hotéis, resorts e pousadas.

Fonte: Metrópoles
Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo