Litoral falecimento

MPPR homenageia promotor Renan Fava, que faleceu em Foz do Iguaçu, onde atuou 22 anos

O Ministério Público do Paraná presta homenagem ao promotor de Justiça Renan Gabardo Fava, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu.

Por Da Redação

15/06/2024 às 17:39:42 - Atualizado há

O Ministério Público do Paraná presta homenagem ao promotor de Justiça Renan Gabardo Fava, titular da 3ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu. Ele faleceu nesta semana (em 11 de junho), após ficar internado no Hospital Municipal Padre Germano Lauck em razão de queda durante uma partida de futebol. "Promotor de Justiça respeitado e admirado pela comunidade e pelos pares, representava liderança que sempre contribuiu para o engrandecimento da instituição, tanto que, por tais atributos, conquistou admiração e reconhecimento como professor universitário", destaca nota da Procuradoria-Geral de Justiça (veja a íntegra do texto ao final).

Renan atuou no Ministério Público do Paraná por quase 35 anos, 22 dos quais de forma ininterrupta em Foz do Iguaçu, onde era referência como agente ministerial e professor universitário. Irmão do também promotor de Justiça Leonardo Gabardo Fava, ele era conhecido por sua grande dedicação ao trabalho e também pelo amor à família e ao futebol.

A notícia da partida repentina e precoce consternou integrantes do MPPR e a comunidade de Foz do Iguaçu: foram inúmeras as homenagens na imprensa, pelos órgãos públicos locais e de cidadãos que admiravam o promotor. Confira no Instagram do MPPR a repercussão e algumas homenagens feitas ao promotor.

O promotor de Justiça Rudi Rigo Burkle, que conviveu com ele por 20 anos, disse que o colega tinha a humildade de um ser humano que não se envaidecia pelo seu invejável caráter, pela inigualável dedicação e capacidade ou pela admiração e amizade que despertava. "É um ícone de tudo que representam o Ministério Público e os promotores de Justiça que por aqui já passaram e tiveram a oportunidade de compartilhar trabalho e vida. Está e sempre estará presente nas mentes e nos corações dos integrantes da comunidade jurídica de Foz do Iguaçu e de seus amigos, por tudo que representou", enfatizou.

Trajetória – Renan Gabardo Fava ingressou no Ministério Público Paraná em 1989, como promotor de Justiça substituto em Foz do Iguaçu. Nos primeiros anos de carreira, atuou nas comarcas de São Miguel do Iguaçu, Londrina, Pitanga, Capitão Leônidas Marques, Realeza, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Matelândia e Ponta Grossa, sempre com nomeações passageiras para Foz do Iguaçu, para onde foi designado e permaneceu desde 2002.

Especialista em Direito Penal, também trabalhou por quase três décadas como professor de Direito Constitucional nas Faculdades Unificadas de Foz do Iguaçu (Unifoz).

Homenagem da PGJ a Renan Gabardo Fava

Renan Gabardo Fava, bacharel em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, deixou a terra dos Pampas e veio para a terra dos Pinheirais e da terra Roxa, ingressando no Ministério Público em 13 de setembro de 1989, passando a atuar, ao longo de exitosa carreira, pelas comarcas de Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu, Londrina, Pitanga, Capitão Leônidas Marques, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Matelândia e Ponta Grossa. Retornou a Foz do Iguaçu em 2002, de onde não mais saiu, cidade em relação a qual não escondia o carinho e o gosto especial de lá viver com sua amada família, tanto que lá também se fixou seu irmão e também promotor de Justiça Leonardo Gabardo Fava.

Promotor de Justiça respeitado e admirado pela comunidade e pelos pares, representava liderança que sempre contribuiu para o engrandecimento da instituição, tanto que, por tais atributos, conquistou admiração e reconhecimento como professor universitário.

Construiu, para além de uma carreira brilhante no Ministério Público do Estado do Paraná, ao qual se dedicou ao extremo em favor do povo paranaense, uma família lindíssima, com sua dedicadíssima esposa, Marta, e seus filhos Taiguara, Fernando, Rafael e Laura, seus amores, sua vida.

No entanto, entendeu o criador ser chegado o momento de colher uma preciosa flor do jardim terreno para levá-la ao seu jardim celestial, ainda que com isso muitas lágrimas de saudades e tristeza se espalhem amplamente pelo entorno.

A nós, que muita falta sentiremos de nosso valoroso e competente colega Renan Gabardo Fava, cabe estender a mão e externar aos familiares nosso incondicional apoio neste momento tão doloroso, orando, cada qual com sua crença, para que a dor da perda receba a solidariedade redentora e o amor fraternal dos homens e mulheres que integram o Ministério Público do Estado do Paraná.

Procuradoria-Geral de Justiça do Ministério Público do Paraná

Comunicar erro

Comentários Comunicar erro

Jornalista Luciana Pombo

© 2024 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Ajude financeiramente a mantermos nosso Portal independente. Doe qualquer quantia por PIX: 42.872.330/0001-17

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo
Acompanhantes GoianiaDeusas Do Luxo