Nome

E-Mail

14/11/2020 às 15h40min - Atualizada em 14/11/2020 às 15h40min

​Presa por supostamente planejar sequestro de Fernando Tanck revela: foi contratada pelo próprio empresário

Depoimento faz parte dos autos que investigam o caso

Luciana Pombo
Reprodução Rede Social
No final de maio deste ano, a imprensa do Paraná noticiou a prisão da assessora parlamentar Enilzete Antoniacomi (que trabalhava na Câmara Municipal de Almirante Tamandaré) por supostamente tentar extorquir o empresário Fernando Augusto Tanck, candidato a prefeito em Almirante Tamandaré. Ela foi presa em flagrante em Colombo (Região Metropolitana de Curitiba) com uma certa quantia em dinheiro que ela teria recebido dele para que o sequestro não acontecesse. O valor extorquido teria sido de R$ 50 mil, dividido em cinco vezes. (Veja matéria feita na época dos fatos: https://lucianapombo.com.br/noticia/15078/mulher-e-presa-por-extorsao-em-colombo)

Quando foi presa, ela estava com o dinheiro e um revólver calibre 32, com cinco munições. O empresário então procurou o Grupo Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial) para informar que soube que algumas pessoas haviam sido contratadas para sequestrá-lo. As investigações começaram. Assim que falou pela primeira vez, ela citou Marins de Oliveira Luiz como a pessoa que teria planejado o crime. No entanto, a polícia nunca encontrou qualquer ligação dele com os envolvidos pela extorsão.

Em novo depoimento no último dia 11, Enilzete Antoniacomi mudou a versão inicial e disse que resolveu contar toda a verdade. Ela teria sido contratada pelo próprio empresário para forjar o sequestro – que daria destaque para ele no Município. Ela teria ainda que citar Marins – pela proximidade que tem com o atual prefeito da cidade, ocupando na época o cargo de diretor de Assuntos Comunitários da Prefeitura.



Nota da Blogueira: As investigações ainda não terminaram. No entanto, falsa notícia de crime é considerada como crime. Assim como falso testemunho. Que nos informem os autos. O empresário Fernando Augusto Tanck disse que jamais conversou com Enilzete Antoniacomi e que ela será condenada pela prática do crime de extorsão.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)

Onde você se informa todos os dias?

60.3%
5.2%
0%
1.7%
0%
5.2%
0%
5.2%
0%
1.7%
0%
1.7%
0%
17.2%
1.7%
Nome

E-Mail

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp