Nome

E-Mail

10/01/2020 às 17h28min - Atualizada em 10/01/2020 às 17h28min

​Brasileiros são presos em Portugal por suposta escravidão e tráfico de pessoas

Trinta pessoas dormiam em alojamentos e mantinham a Igreja

LUCIANA POMBO
Foto: Getty Images / BBC News Brasil
Líderes evangélicos brasileiros são acusados de tráfico de pessoas e escravidão em Portugal. De acordo com o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), responsável pelas prisões, os pastores supostamente atraíam cidadãos no Brasil com a promessa de trabalho e legalização da situação migratória. Mas não cumpriam as promessas.

Nota da Blogueira: Tenho muito cuidado com essas matérias porque podem ser tendenciosas. Tenho um irmão que é pastor em Portugal e foi para lá como missionário de forma voluntária. Adora o trabalho lá.

Pois bem. Durante a ação, que incluiu cinco mandados de busca na zona da Grande Lisboa, foram encontrados 30 brasileiros que eram alojados pelos pastores nos locais em que ocorriam os cultos — em condições precárias, segundo a autoridade imigratória. Os brasileiros tinham que pagar aluguel de até 300 euros (R$ 1.358) para viver nestes locais. O salário mínimo em Portugal é, atualmente, de 635,31 euros (R$ 2.875). Nos alojamentos, havia também crianças.

Três pastores são suspeitos de obrigar os imigrantes a trabalharem para a igreja sem remuneração, além de os "enganarem, fazendo-os acreditar que estão tratando de sua situação documental, coisa que de fato não acontece". Esperar agora para saber o que dirão esses brasileiros para a polícia...
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)

Vereadores de Curitiba votam multa para festas clandestinas. Você apoia essa medida para todo o Paraná?

70.0%
10.0%
10.0%
10.0%
Nome

E-Mail

Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp