17/10/2019 às 12h55min - Atualizada em 17/10/2019 às 19h23min

Cartas revelam jovem Carlos Drummond de Andrade

Na prolífica correspondência trocada entre o poeta de Itabira e o intelectual Ribeiro Couto, resgatam-se elementos inéditos da literatura nacional

DINO
http://www.pluricom.com.br/clientes/fundacao-editora-da-unesp/noticias/2019/10/cartas-revelam-jovem-carlos-drummond-de-andrade

O exame de cartas trocadas entre grandes personalidades é sempre uma boa oportunidade para se deparar com facetas mais afastadas do grande público. E quando os correspondentes são figuras expoentes da literatura nacional, o deleite é certo. E Carlos Drummond de Andrade e Ribeiro Couto: Correspondência, lançamento da Editora Unesp e Imprensa Oficial, não foge a essa característica.

Ao resgatar as cartas trocadas por Drummond e Ribeiro Couto ao longo de quase quatro décadas, a obra permite ao leitor conhecer o então jovem poeta de Itabira - tinha pouco mais de 22 anos - quando Ribeiro Couto lhe escreveu pela primeira vez. Sim, o autor mais velho e já com dois livros publicados escreveu ao mais jovem, então editor de A Revista, publicação da mesma linha difusora da produção literária que foi a Klaxon para os paulistas e Estética no caso carioca.

"Ao lado das cartas de Mário de Andrade e de Manuel Bandeira, essa correspondência faz parte de uma tríade epistolar que ajuda a compreender a iniciação de Drummond no caminho das letras", anota o organizador do livro, o jornalista e doutor em Literatura Brasileira, Marcelo Bortoloti. "Esta correspondência é importante não apenas por desvendar aspectos da formação do jovem Drummond, mas também por resgatar a importância esquecida de Ribeiro Couto no cenário literário brasileiro."

A correspondência foi quase toda integralmente preservada de um lado e de outro. No acervo de Ribeiro Couto constam dezenove poemas de Drummond, dos quais três nunca publicados pelo autor e dez inéditos em livro.

"Couto foi sobretudo um grande escritor de cartas", pontua Bortoloti. "Suas missivas têm um estilo delicioso, que Drummond procurou acompanhar com a mesma verve. Esse zelo epistolar de parte a parte torna o diálogo dos dois um tanto saboroso, fazendo desta correspondência uma leitura atrativa tanto ao pesquisador de literatura quanto aos leitores de interesse diverso."

Sobre os autores - Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) foi poeta, contista e cronista. Suas dezenas de obras, marcadamente em verso, mas também em prosa, o situam entre os maiores nomes da literatura brasileira de todos os tempos.

Rui Ribeiro Couto (1898-1963), poeta, romancista, contista e ensaísta, foi também um grande divulgador das literaturas brasileira e portuguesa no exterior. Em 2016, a Editora Unesp publicou sua correspondência com Adolfo Casais Monteiro.

Título: Carlos Drummond de Andrade e Ribeiro Couto: Correspondência
Autores: Carlos Drummond de Andrade e Rui Ribeiro Couto
Organização: Marcelo Bortoloti
Número de páginas: 287
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 42,00
ISBN: 978-85-393-0790-6 (Unesp); 978-85-401-0170-8 (Imesp)

Mais informações sobre os livros publicados pela Editora Unesp estão disponíveis no site: www.editoraunesp.com.br



Website: http://www.pluricom.com.br/clientes/fundacao-editora-da-unesp/noticias/2019/10/cartas-revelam-jovem-carlos-drummond-de-andrade
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual melhor governador que o Paraná teve?

32.8%
29.9%
1.5%
4.5%
3.7%
13.4%
2.2%
11.2%
0.7%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp