06/09/2019 às 10h00min - Atualizada em 06/09/2019 às 10h00min

​Dinheiro que iria para a Lava Jato financiará ações na Amazônia

Decisão foi tomada ontem

Luciana Pombo
R.Moraes/Reuters
Cerca de R$ 1 bilhão que seriam destinados a uma fundação ligada à força tarefa da Lava Jato no Paraná servirão para financiar ações de preservação do meio ambiente na Floresta Amazônica. A decisão foi fruto de um acordo entre a procuradora-geral da República (PGR), Raquel Dodge e o advogado-geral da União, André Mendonça. Os recursos são da Petrobras.

Destes R$ 1 bilhão, ao menos R$ 400 milhões devem ser repassados aos Estados da região amazônica. “A defesa da Amazônia é muito importante e ela agora conta com recursos que irão para a área da agricultura”, disse Raquel Dodge. Os recursos são uma punição pela corrupção comprovada durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Atualmente, o valor está bloqueado em uma conta na Caixa Econômica Federal (CEF) por força de uma liminar.

A princípio, os recursos seriam destinados a uma fundação ligada à força tarefa da Lava Jato no Paraná – e articulada pelo coordenador da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol. Mas o avanço das queimadas fez com que o recurso mudasse de destino.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar
(caracteres restantes: 500)

Qual melhor governador que o Paraná teve?

27.9%
31.2%
1.9%
5.8%
4.8%
13.9%
2.4%
11.1%
1.0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp