Polícia

Cartório e ex-cartórios são alvos da polícia por suspeita de golpes que superam R$ 30 milhões no Paraná

Por Banda B

13/07/2021 às 21:17:40 - Atualizado h√°

A Pol√≠cia Civil do Paran√° (PCPR) deflagrou nesta ter√ßa-feira (13) uma a√ß√£o para apurar fraudes em cartórios cometidas por uma organiza√ß√£o criminosa que agia nos Cartórios dos Servi√ßos Distritais de Lindoeste e Santa Tereza do Oeste, no Oeste. Estima-se que o preju√≠zo às v√≠timas seja superior a R$ 30 milh√Ķes.

A PCPR cumpriu oito mandados de busca e apreensão. Celulares, computadores e documentos foram apreendidos durante a ação.

O inquérito policial foi instaurado em junho de 2020, após requisi√ß√£o da 7¬™ Promotoria de Justi√ßa de Cascavel, visando apurar crimes de falsifica√ß√£o de documento p√ļbico, falsidade ideológica e relacionados.

Um dos alvos é um ex-funcion√°rio do Servi√ßo Distrital de Lindoeste que foi afastado do cartório por decis√£o judicial. Os outros envolvidos s√£o empres√°rios da regi√£o e o titular do cartório.

Foto: PCPR


Durante as investiga√ß√Ķes, a PCPR também apurou que o cartório do munic√≠pio de Lindoeste teria sido vendido irregularmente pelo titular por R$ 200 mil, mais R$ 15 mil mensais pagos de forma vital√≠cia.

Essa é a segunda fase da opera√ß√£o, que teve a primeira a√ß√£o deflagrada em outubro de 2020. Na ocasi√£o, cinco suspeitos foram presos, além da apreens√£o de carros, computadores, documentos e celulares.

GOLPES – Segundo a PCPR, a pr√°tica consistia em transfer√™ncias fraudulentas de ve√≠culos e imóveis, lavagem de dinheiro, certid√Ķes de óbito e nascimentos falsas para extinguir a punibilidade de criminosos em processos criminais, além da fabrica√ß√£o de RGs falsos.

A PCPR ainda apurou que esses documentos eram utilizados para aplicação de golpes no Paraná e em outros estados.

Os indivíduos ostentavam um padrão de vida não condizente com o trabalho que realizavam nos serviços distritais, com posse de veículos de alto padrão e moradia em condomínios caros.

CONTINUA√á√ÉO – As investiga√ß√Ķes da Divis√£o Estadual de Combate à Corrup√ß√£o de Cascavel (Deccor) continuam com a an√°lise do material apreendido, que pode revelar novos detalhes dos crimes, bem como outros envolvidos.

Fonte: Banda B
Comunicar erro
Jornalista Luciana Pombo

© 2021 Blog da Luciana Pombo é do Grupo Ventura Comunicação & Marketing Digital
Avenida Emilio Jhonson, 323 - sala 4. Centro. Almirante Tamandaré - PR. Fonte: (41) 9 9229-1359.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Jornalista Luciana Pombo