Breaking News

Fechadas fábricas de medicamentos clandestinos

A Polícia Civil de Assis Chateaubriand fechou duas sedes de uma empresa que fabricava e vendia cosméticos falsificados. Um deles localizado no Jardim Europa e outro no Jardim América. Os produtos apreendidos totalizam cerca de R$ 1,3 milhão. Os proprietários, dois irmãos, fugiram do flagrante e se apresentaram na delegacia e foram ouvidos. No depoimento, eles confirmaram a produção dos remédios e devem responder pelo crime de falsificação de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, conforme artigo 273, do Código Penal.

A empresa não tinha licença da vigilância sanitária para fabricar nenhum tipo de produto, apenas para armazenar e distribui-los. No entanto, os proprietários passaram a fabricar e envasar os cosméticos, falsificando o rótulo, como se empresas do município de Londrina, do Estado de São Paulo e Santa Catarina tivessem sido os responsáveis pela fabricação. Os irmãos responderão o crime, por ora, em liberdade.

Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *