Breaking News

Conspiração

Quando falava em golpe no CAP diziam que era a Teoria da Conspiração. O que dizem agora?

Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.

6 thoughts on “Conspiração

  1. Foi ridículo em seu comentário. Não sou anti-Petraglia. Ele para mim é merda. Não existe.Sou atleticana e, exatamente por isso, contra voltarmos atrás naquilo que não estava dando certo para o CAP. Petraglia precisa de cadeira de balanço. O Atlético precisa de oxigenação.Saudações.- Posso pensar que você ama mais o Petraglia, como exposto, do que ao Atlético. Aliás, parece fato.

  2. Se o projeto foi feito por MCP ou não, não interessa. Interessa que ele foi aprovado pelos sócios. Mas enfim. Não vou discutir com quem é mais anti-petraglista do que atleticano. Passar bem.

  3. Caro, tenho certeza que ou voce desconhece o projeto de Mcp ou é o proprio tentando confundir a opiniao publica.Claro que Mcp nao queria o fim das parcerias porque era ele mesmo quem era beneficiado com a manutençao espuria de todas elas. Quanto a base, nao houve desvalorizaçao. O grande problema é que os passes dos atletas da base estavam todos comprometidos com empresas parceiras de Mcp – para nao dizer que eram dele mesmo, para isso eu precisaria apresentar provas e nao quero ter que me preocupar com isto.O Atlético piorou nao pelo modelo de gestao, que é a mesma de Mcp, so que feita por incompetentes – e sim pela escolha de Mcp dos nomes dos que deveriam gerir o Furacao.Yara, MM, Cida, Enio – todos nomes escolhidos por Mcp. Portanto, o unico responsavel pelo fracasso do Atlético é ele mesmo: Mario Celso Petraglia. E ai querem que eu o engula de novo? Ora, nao me tome por tola. Tola seria se acompanhasse como um cordeiro a massa de desesperados que come na mesa de Petraglia e vive dos seus lucros!Para termos um Atlético forte, temos que cortar o mal pela raiz e, efetivamente, mudarmos o modelo petraglista nos apresentado ha anos. E completamente desatualizado!…Saudaçoes.

  4. Se você diz que o projeto jamais foi abandonado, eu chego à conclusão de que você não conhece o projeto! Nenhum projeto previa a desprofissionalização da gestão, a destruição das parcerias, a gastança absurda com medalhões e a desvalorização da base. Pelo contrário! Quem venceu as eleições foi a chapa de situação. Os sócios escolheram a continuidade do modelo de gestão implantado por MCP! E não vamos dar uma de ingênuos. A chapa vencedora só foi eleita porque teve o apoio de MCP. Ou você acha que foi por causa do MM, do GG e da Yara? Por favor, né…Quem venceu a eleição entre os sócios foi a Chapa Coração Rubro-Negro para o Conselho Deliberativo. São os conselheiros que têm a legitimidade conferida pelos sócios para zelar pelo futuro do clube. MM e o Conselho Administrativo foram eleitos pelo Deliberativo. Com a missão de administrar o clube de acordo com o rumo ditado pelos sócios!Isso é o que diz o Estatuto do CAP. Portanto, falar em golpe de MCP só é aceitável para quem desconhece o Estatuto. Ou está argumentando de má fé, com intenção de desinformar.

  5. Nao duvido que tenha como dar ares de legitimidade a todo este embroglio. Caso contrario, o golpe nem poderia ser feito.No entanto, discordamos em nossa avaliaçao. O projeto nao foi jamais abandonado pelo grupo do MM. O que MM nao admitiu é dar todos os poderes para controle do CAP para Mcp, como havia sido estabelecido em acordo prévio. O grupo nao queria isso porque quem foi votado foi MM e nao Mcp. Ele nao se serviu como marionete – ao contrario de tantos outros que nem vou nominar…Se Mcp queria o controle de tudo, por que nao foi homem bastante para disputar naquele momento? Se furtou de fazer la o que deveria ter feito. Nao quis ouvir quem sabia das coisas. E agora tera que trabalhar para conseguir se eleger…… ou fara o mais facil, que é o que tenho certeza que fara: um golpe!

  6. O golpe aconteceu em 2009, quando o projeto escolhido pelos sócios foi abandonado. O movimento atual é para restaurar a democracia no CAP, fazendo cumprir aquilo que os sócios escolheram na última eleição. Você não é tola, Luciana. Sabe que junto à chapa eleita foi apresentado um plano de gestão que foi abandonado por MM. O Conselho Deliberativo tem o dever estatutário de zelar pelo projeto escolhido. E legitimidade para alterar o Conselho Administrativo. Sempre de acordo com o Estatuto do CAP!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *