notícias, política

Vereador é preso em Foz do Iguaçu

Mais um vereador foi preso pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Foz do Iguaçu. O vereador Adelar Neumann (DEM), de Marechal Cândido Rondom, foi detido suspeito dos crimes de extorsão, concussão e tráfico de influência.

A prisão ocorreu quando o parlamentar recebia metade do salário (cerca de R$ 2 mil) de um servidor comissionado, que teria sido indicado ao cargo pelo próprio vereador. Neumann ficava com os valores desde agosto do ano passado, sendo o pagamento uma exigência do vereador para que o servidor se mantivesse no cargo.

Nota da Blogueira: Infelizmente a prática é comum em todo o Paraná. Não apenas nas Câmaras Municipais. Muitos colocam as esposas para receber ou chefes de gabinete.

Tagged , , , , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *