Breaking News

TRE cassa o mandato do vereador Marquinhos Roque

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu agora pouco a cassação do mandato do vereador Marquinhos Roque, presidente da Câmara de Vereadores de Paranaguá e irmão do atual prefeito, Marcelo Roque. A decisão foi unânime. O motivo teria sido infidelidade partidária. Isto porque o colegiado entendeu que não houve justa causa para a desfiliação do vereador. E na legislação brasileira o mandato eletivo pertence ao partido e não ao parlamentar.

A cassação foi solicitada em meados do ano passado pelo Ministério Público (MP). Conforme o documento, Marquinhos Roque cometeu crime de infidelidade ao trocar o partido pelo qual foi eleito, o MDB, pelo PODEMOS. O vereador alegou que fez a mudança porque sofreria perseguição de membros do MDB, mas essa justificativa foi refutada pela procuradora Eloisa Helena Machado, do Ministério Público Federal. No parecer, ela entendeu que não havia provas cabais dessa suposta perseguição. O entendimento dela foi seguido hoje pelos magistrados do TRE. Ainda cabe recurso da decisão.

João Mendes – O processo de perda de mandato teve início quando o suplente, o ex-vereador João Mendes, indicou a possibilidade de infidelidade partidária e pediu a vaga. Agora, ele deverá ficar com a vaga deixada por um dos mais truculentos parlamentares que Paranaguá já teve. Prova é esta blogueira, já ameaçada pelo vereador quando morava em Pontal do Paraná.

Contraditório – Como sempre, este blog está aberto ao contraditório. #VamosQueVamos

Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *