Breaking News

Tapa de luvas: Ciro Gomes demonstra força e chama Temer de chefe de quadrilha

O candidato do PDT à Presidência, Ciro Gomes, afirmou ser agredido ou insultado pelo presidente mais odiado do Brasil, Michel Temer, representa uma medalha para ele. A afirmação foi uma resposta à carta enviada por Michel Temer ao cantor e compositor Caetano Veloso. Na carta, Michel Temer chamou Ciro Gomes de “pigmeu político” (Pigmeu é um termo utilizado para vários grupos étnicos mundiais cuja altura média é invulgarmente baixa; os mais famosos pigmeus são os Mbuti onde os homens adultos crescem a menos de 150 cm na média de altura).

Ciro Gomes não perdeu tempo e disparou que o presidente é “chefe de quadrilha”. “Eu sou o cara que tenho confrontado o Michel Temer e o que ele representa. Você ser agredido e insultado pelo presidente da República mais odiado do Brasil, me parece uma medalha que quero que o povo preste a atenção”, declarou Ciro durante atividade de campanha no centro de Osasco (região metropolitana de São Paulo).

“Ele [Temer] elogia o [Geraldo] Alckmin, elogia o Henrique Meirelles e me critica azedamente. Sai até da postura de ‘falo-ia, falo-ei’, mesóclise e pilantragem. O Michel Temer é chefe de quadrilha, vamos convir, todo mundo está cansado de saber disso. Vou denunciá-lo de hoje até a última hora”, declarou o pedetista. Palavras fortes de um homem que não precisa de mandato para falar exatamente o que pensa.

Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *