balada segura, bebida, cascavel, embriaguez, motorista, pm, polícia militar, volante

PM apreende 38 carros e prende 28 pessoas por embriaguez ao volante

Já não era sem tempo. A Polícia Militar realizou em Cascavel a Operação Balada Segura, com o intuito de coibir o uso do álcool por motoristas irresponsáveis. Trinta e oito veículos foram apreendidos e 28 pessoas foram detidas por embriaguez ao volante.

Ao todo, foram 283 pessoas abordadas e 250 veículos vistoriados, dos quais 34 carros e quatro motocicletas foram apreendidos. As equipes confeccionaram 80 notificações de trânsito no geral e 46 por embriaguez ao volante, sendo 28 pessoas presas em flagrante. “A operação tinha como intuito conscientizar as pessoas para não dirigirem sob o efeito de álcool e assim evitarem acidentes”, destacou o soldado Cotelo, relações Públicas do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM).


O condutor flagrado dirigindo sob influência de álcool tem sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) suspensa por 12 meses, recebe uma multa no valor de R$ 1.915,40 e perde sete pontos na carteira. Caso o índice no etilômetro for igual ou superior a 30 mg/L ou o condutor se recusar a fazer o teste, além da suspensão, dos pontos na CNH e da multa, também é preso em flagrante e encaminhado à delegacia. A reincidência deste crime no período de um ano acarreta ao motorista a cassação da habilitação por dois anos e multa de R$ 3.830,80.


Quem dera operações como esta fossem rotina em municípios do litoral paranaense, Londrina e Curitiba.

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *