Operação Minotauro: Tráfico internacional tinha rota no Paraná

A Polícia Federal (PF) de Pernambuco fez nesta quarta-feira a Operação Minotauro contra o tráfico internacional de maconha, cocaína e armas de uso restrito. Supostos líderes de organizações criminosas do Paraná, Mato Grosso do Sul e Pernambuco foram presos. Dois suspeitos estão foragidos.

As organizações criminosas eram independentes, mas tinham relações comerciais entre si. Os grupos do Mato Grosso do Sul e do Paraná seriam responsáveis por atravessar as encomendas feitas previamente pela fronteira com o Paraguai. Já os investigados de Pernambuco faziam os pedidos, recebiam as drogas e distribuíam no estado e também para outras unidades da federação, como Paraíba e Rio Grande do Norte.


A droga chegava em caminhões no Brasil com cargas encomendas. Elas vinham dentro de compartimentos falsos. Doze pessoas foram presas, cinco delas no Paraná. Outros 21 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em cinco estados: Pernambuco, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Santa Catarina. A Justiça também determinou o sequestro de bens e bloqueio de contas bancárias. Foram apreendidas seis carros e caminhonetes e uma motocicleta, num valor total de R$ 500 mil.


Pelo menos duas empresas são investigadas por participar do esquema: uma de fomento e uma de transporte. No Brasil, os suspeitos serão responsabilizados criminalmente por associação e tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro e por constituir/integrar organização criminosa, além da posse de armas de uso restrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *