Mulher em Pontal é condenada a cumprir 18 anos de prisão

Uma mulher, moradora de Pontal do Paraná, acaba de ser condenada a 18 anos de prisão em regime fechado por ter mandado matar o próprio marido. O fato teria ocorrido no dia 23 de janeiro de 2003. Conhecida como “viúva negra”, a mulher era moradora do balneário Praia de Leste. Ela mesma teria confessado a participação no crime. O marido dela foi encontrado morto e queimado nas margens do Rio Guaraguaçu, na divisa entre Paranaguá e Pontal do Paraná, no litoral paranaense.

O crime teria sido cometido numa emboscada. O marido teria sido atraído pela esposa para um lugar sombrio, aonde dois homens o esperavam para cometer o crime. A morte foi de forma cruel – eles teriam colocado fogo no carro com o homem ainda vivo.

A viúva não compareceu ao julgamento, mas teve a prisão preventiva decretada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *