notícias, polícia, política

MP denuncia Hissan Hussein

O Ministério Público Estadual deverá oferecer hoje a denúncia contra o empresário de Araucária (Região Metropolitana de Curitiba), Hissan Hussein, por suposta associação na difusão da venda de tóxicos no Paraná. Ele será incluído – de acordo com as informações prestadas pelo procurador Dartagnan Cadilhe Abilhôa, coordenador da Promotoria de Investigações Criminais (PIC) – no artigo 14 da Lei Penal que trata do Tráfico de Drogas. ‘‘Reunimos um farto material, em colaboração com a CPI Estadual e Nacional do Narcotráfico e agora poderemos fazer um bom trabalho’’, garantiu.

O empresário está preso em Curitiba desde a madrugada do dia 11 de outubro. Esta foi a segunda prisão de Hussein nos últimos sete meses. Ele é considerado um dos principais articuladores da conexão internacional do tráfico de drogas na Região Sul do País e foi reconhecido em audiência por traficantes.

De acordo com os depoimentos, Hissan Hussein usava pistas de pouso clandestinas no interior do Mato Grosso do Sul e do Paraná para fazer o transporte de cocaína. A droga vinha da Colômbia e da Bolívia – segundo a denúncia – e era levada até o Porto de Paranaguá, onde seguia para a Espanha e o Líbano. A rota era conhecida como ‘Conexão Libanesa’.

Em março, Hissan Hussein ficou detido por 60 dias. Havia a suspeita de que ele tivesse ligação com policiais civis acusados de comandar o tráfico de drogas no Paraná. O empresário negou tudo.

Tagged , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *