Sem categoria

Morte de mulheres leva terror a Almirante Tamandaré

Em dois anos de investigações, a Polícia Civil conseguiu solucionar apenas cinco casos. Os demais, até pouco tempo, foram arquivados por falta absoluta de provas. Os protestos dos moradores locais, que estavam com medo de andar nas ruas e serem vítimas de um matador em série, fizeram que a Secretaria de Estado da Segurança tomasse as primeiras providências e designasse uma equipe especial para cuidar do caso.

Em um mês de novas diligências, a Polícia Civil solicitou 31 pedidos de prisões temporárias e efetivou a prisão de 16 supostos envolvidos nos crimes. De acordo com a delegada Vanessa Alice, designada especialmente para o caso, os assassinatos de mulheres em Almirante Tamandaré foram feitos por integrantes de uma mesma quadrilha que comanda o crime organizado no município, em Itaperuçu e em Rio Branco do Sul. Outros dois crimes de mulheres mortas nas mesmas circunstâncias das anteriores estão sendo investigados. Uma delas foi morta em Rio Branco do Sul e a outra em Itaperuçu. Os dois inquéritos, a exemplo dos demais, não tiveram sequência de investigação por falta de provas.

As investigações acabaram culminando na transferência do delegado Rogério Haisi, de Almirante Tamandaré, que estava no cargo desde 2000. O escrivão da delegacia, Alexsander Pimenta, foi preso. O mesmo ocorreu com o funcionário da prefeitura que prestava serviços na delegacia, Luiz Antonio Alves dos Santos, conhecido como ‘‘Luizão’’. Eles estariam envolvidos nos crimes, dificultando o acesso às informações. Oito policiais militares também foram presos.

As testemunhas tinham medo de falar abertamente sobre os crimes e tiveram que pedir proteção à vida. Três estão escondidas e à disposição da Justiça e da polícia. As investigações apontam para ligações perigosas entre políticos, delegados e empresários dos três municípios vizinhos de Curitiba.

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *