Lúcido, como sempre!

Um dos fundadores do PT Nacional, Plínio de Arruda Sampaio mostrou hoje o porquê ainda é admirado pelos integrantes de esquerda. Apaixonado, como todos os idealistas, fez críticas ao Poder Judiciário que foi apontado por ele como um dos maiores obstáculos nacionais para a reforma agrária.

– Os juízes têm posição de classe. Classe contra os camponeses. Se puder, julga-se tudo contra nós.

Para ele, o capitalismo divide o Mundo em duas economias: a do Centro e a da periferia. O Brasil sempre esteve, nunca saiu e jamais sairá -segundo ele- da periferia. A não ser por uma profunda transformação social.

– Grandes transformações do Mundo têm conteúdo moral, ético. É uma paixão sobre a qual se arrisca a vida. Um povo que não quer correr riscos não é capacitado para ser livre! Viver é muito perigoso!

– Sem moral, não tem revolução socialista. Sem revolução socialista, não tem Justiça para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *