notícias, política

Justiça determina bloqueio de bens de ex-prefeito de Itaperuçu

A Vara da Fazenda Pública de Rio Branco do Sul (Região Metropolitana de Curitiba) determinou liminarmente o bloqueio de bens do ex-prefeito de Itaperuçu Neneu Artigas (PDT) – que administrou a cidade entre 2013 e 2016. Ele e mais sete pessoas respondem ação por ato de improbidade administrativa pela contratação de empresa fornecedora de medicamentos.

De acordo com o apurado pelo Ministério Público (MP), o procedimento licitatório, de 2014, teve diversas irregularidades como ausência de publicidade do edital, favorecimento a determinada licitante, superfaturamento nos preços de remédios e contratação de licitante sem a prova de que ela possuía a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Entre os réus, estão o ex-prefeito, o ex-secretário de Saúde da mesma gestão, um assessor jurídico do Município que deu parecer favorável ao processo licitatório, três membros da comissão de licitação, a pessoa jurídica que venceu o certame e um sócio-administrador do negócio.

No julgamento do mérito da ação, o MP pede a condenação dos réus às penas da Lei de Improbidade Administrativa, como o ressarcimento integral do dano causado ao erário, o pagamento de multa, a perda da função pública e a suspensão dos direitos políticos.

Tagged , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *