Justiça acata denúncia contra Michel Temer

A Justiça Federal acaba de aceitar mais uma denúncia contra o ex-presidente Michel Temer (MDB) e outras cinco pessoas por crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro. A denúncia tem como base investigações sobre suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A pelo chamado decreto dos portos, assinado por Temer em maio de 2017. A suspeita é a de que Temer recebeu suborno para mudar os benefícios das empresas que operavam no Porto de Santos (SP).

O juiz federal Marcus Vinicius Reis Bastos acolheu a acusação apresentada em dezembro pela procuradora geral Raquel Dodqe, quando Temer ainda exercia o mandato e tinha foro privilegiado. Também foram indiciados dois empresários ligados a empresa, o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (MDB-PR e que era homem de confiança de Temer) e o ex-coronel da Polícia Militar e amigo de Temer, João Batista Lima.

O ex-presidente já foi preso preventivamente por quatro dias por suspeitas de corrupção e acusado de ser o principal líder de uma organização criminosa que durante 40 anos desviou cerca de US$ 500 milhões de recursos públicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *