Breaking News

Ibama exonera servidor que multou Bolsonaro

A ditadura já começou, mas de forma disfarçada. Hoje o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) exonerou o servidor que multou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) em R$ 10 mil por pescar em área protegida, em 2012. José Olímpio Augusto Morelli ocupava o cargo comissionado de chefe do Centro de Operações Aéreas do Ibama, subordinado à Diretoria de Proteção Ambiental. Ele foi o único dos nove funcionários do mesmo nível hierárquico a ser exonerado pelo novo governo. Será que foi mera coincidência?

Funcionário concursado, ele é o fiscal que assina o auto de infração e o relatório do flagrante de Bolsonaro. Morelli também é o autor da foto na qual o então deputado federal aparece de sunga branca sobre o bote inflável, dentro da Esec (Estação Ecológica) de Tamoios, categoria de área protegida que não permite a presença humana, em Angra dos Reis (RJ). E, como bem explicitado pela fotografia, havia uma presença.

“Fui abordado por um barco do Ibama. A primeira coisa que falou pra mim foi, que estava com duas pessoas da região, é: ‘sai!’. Como se fosse um cachorro, discursou Bolsonaro, em março de 2012. “Esse cidadão aqui, repito o nome dele, José Augusto Morelli, falou: ‘Sai! Aqui, ninguém pode pescar, seja deputado ou não seja porque o decreto que vocês votam tem de ser respeitado”. Fico me perguntando como um deputado federal supostamente honesto faz algo ilegal e ainda acha ruim de ser parado? É a lógica dos que o apoiam: corrupção não pode, a não ser que seja dos nossos!

Desde a campanha, o mandatário vem criticando reiteradas vezes o Ibama por uma suposta “indústria da multa”. Em dezembro, a superintendência do órgão no Rio de Janeiro anulou a multa, e o processo voltou à estaca zero. Por que será? A decisão está sendo investigada pelo Ministério Público (MP) federal.

O servidor estava no cargo desde 2017. Assumiu a coordenação das operações aéreas após um acidente com um avião fretado pelo Exército que matou três servidores. A missão dele incluía aprimorar os protocolos de segurança de operações aéreas. O novo diretor de Proteção Ambiental é o major da PM de São Paulo, Olivaldi Azevedo.

Não morro e vejo cada coisa!…

Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *