Gaeco esteve hoje em Almirante Tamandaré

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) cumpriu hoje quatro mandados de prisão preventiva e sete mandados de busca e apreensão na Operação Cricket, que investiga associação criminosa para a venda de loteamentos ilegais. As prisões foram articuladas com o apoio da 5ª Promotoria de Justiça de Almirante Tamandaré, responsável pelas investigações.

O grupo criminoso vem atuando desde janeiro de 2015 com a comercialização irregular de lotes em áreas de preservação no município de Campo Magro. Os compradores que queriam denunciar o esquema eram ameaçados com armas pelos integrantes da quadrilha. Em alguns casos, as residências dos compradores chegaram a ser invadidas. Foram identificadas cerca de 70 famílias lesadas. Os investigados são suspeitos da prática dos crimes de parcelamento irregular de solo urbano (Lei 6.766/79), crimes ambientais (Lei 9.605/98), estelionato e contra a relação de consumo (Lei 8.078/90).

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Curitiba (três mandados), Almirante Tamandaré (dois), Ponta Grossa (um) e Guaratuba (um). Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *