notícias, polícia

Fechadas fábricas de medicamentos clandestinos

A Polícia Civil de Assis Chateaubriand fechou duas sedes de uma empresa que fabricava e vendia cosméticos falsificados. Um deles localizado no Jardim Europa e outro no Jardim América. Os produtos apreendidos totalizam cerca de R$ 1,3 milhão. Os proprietários, dois irmãos, fugiram do flagrante e se apresentaram na delegacia e foram ouvidos. No depoimento, eles confirmaram a produção dos remédios e devem responder pelo crime de falsificação de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, conforme artigo 273, do Código Penal.

A empresa não tinha licença da vigilância sanitária para fabricar nenhum tipo de produto, apenas para armazenar e distribui-los. No entanto, os proprietários passaram a fabricar e envasar os cosméticos, falsificando o rótulo, como se empresas do município de Londrina, do Estado de São Paulo e Santa Catarina tivessem sido os responsáveis pela fabricação. Os irmãos responderão o crime, por ora, em liberdade.

Tagged , , , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *