Compra de votos?

Desde 2008, quando foi reeleito para o cargo de prefeito de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenez é investigado por suposta compra de votos. Um recurso contra expedição do diploma do prefeito foi interposto no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). No entanto, até hoje não houve qualquer decisão. Os autos de número 9458-13.2008.616.0194 aguardam um parecer do relator Auracyr Azevedo de Moura Cordeiro.

Em 2008, foi uma ordem do mesmo desembargador Cordeiro que conseguiu que a Polícia Federal fizesse a apreensão de cestas básicas que estavam sendo distribuídas irregularmente, para suposta compra de votos em Pontal do Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *