atlético-pr, esporte, furacão, futebol

CMC não quer mais liberar potencial construtivo ao CAP

Essa é mais do que preocupante: a Câmara de Vereadores de Curitiba acaba de aprovar uma sugestão de que a Prefeitura de Curitiba não emita mais potencial construtivo em benefício à CAP-SA, empresa responsável pelas obras da Arena da Baixada para a Copa de 2014.

A medida foi tomada com base nas denúncias feitas pelo vice-presidente jurídico do Atlético, José Cid Campêlo Filho, de que existe o uso indevido de verbas públicas na obra. Dados desta denúncia devem ser divulgados amanhã por Campêlo.

O vereador que apresentou a sugestão, Felipe Braga Côrtes, afirma que o montante barrado pela prefeitura pode chegar a R$ 68 milhões.

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *