notícias, política

Ciro Gomes é recebido por centenas de pessoas no Paraná

Foi uma breve passagem. No entanto, o candidato a presidente do Brasil Ciro Gomes (PDT) conseguiu provar a força que tem no Paraná. Centenas de pessoas foram às ruas logo cedo, na Rua XV de Novembro. Elas fizeram uma caminhada com o candidato da Praça Santos Andrade até a Boca Maldita. Em seguida, Ciro Gomes fez um debate com sindicalistas do Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba e Região Metropolitana e ganhou formalmente o apoio de lideranças da Força Sindical.

 

 

 

 

 

 

“Não desistam do Brasil”, disse Ciro Gomes, no discurso aos sindicalistas. O presidenciável falou principalmente sobre a situação econômica e os entraves que impedem o crescimento do Brasil. Entre as propostas, uma que chama a atenção dos eleitores, está relacionada ao endividamento que atinge 63 milhões de brasileiros. Ciro Gomes tem um projeto para zerar débitos de pessoas que estão com o nome no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). “Vamos baixar esse juro imoral de 400% para 12%”, completou.

Ele também falou sobra a industrialização do Brasil. “Não faz sentido o Brasil importar óleo diesel do estrangeiro deixando 40% da nossa capacidade de refino brasileiro ociosos, gerando emprego nos Estados Unidos com o dinheiro do povo brasileiro”, afirmou o candidato. “Nós estamos importando do estrangeiro fertilizantes, defensivos agrícolas, agrotóxicos e implementos. Só este ano nós vamos trazer, do estrangeiro, US$ 17 bilhões com o dinheiro de impostos do brasileiro, financiando emprego nos Estados Unidos, na Europa e na China”, enumerou Ciro.

O candidato também aproveitou a agenda no Paraná para afirmar que o “primeiro motor” para a reativação da economia é aumentar o consumo das famílias. “Esse motor responde por quase metade das energias que ativam a economia. Ninguém precisa ser economista para entender que, se as famílias consomem, o comércio vende. Se o comércio vende, a indústria produz. Se a indústria produz, ela paga imposto. Se ela paga imposto, a política pública tem onde botar o dinheiro. E a economia é ativada e tudo se resolve. Este é o primeiro motor, e os empregos, obviamente, aparecem”, exemplificou.

Depois, ao lado de lideranças como Nelton Friedrich (PDT, candidato ao Senado), Roberto Requião (MDB, candidato à reeleição ao Senado), Carlos Lupi (presidente nacional do PDT) e André Menegotto (presidente estadual do PDT), além de candidatos a deputado, ele foi visitar o Museu da Vida, ligado à Pastoral da Criança. Ele conheceu o espaço – voltado a sustentabilidade e preservação ambiental.

No final do dia, ele foi a Londrina. Lá, participou de debate com representantes do Sindicato dos Eletricitários (SINDEL).

Tagged , , , , , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *