esporte, futebol, notícias

Carleto tem meu respeito

O que a torcida do Atlético espera após mais uma derrota e esta histórica? Alguém que viesse a público depois de uma vergonha da equipe dentro de campo e dissesse: “eu peço desculpas para essa torcida, porque é ela que faz o Clube Atlético Paranaense e é ela que paga e faz com que eu possa estar aqui, usando essa camisa. O Atlético é um time grande e nós não vamos desistir. Eu visto essa camisa com orgulho e vou dar tudo de mim para ajudar o Atlético a sair da situação que está. A gente joga pela família da gente, mas joga também pela torcida que está aqui e que tem todo o direito de cobrar. Temos que entender que os nossos adversários já sabem o estilo de jogo que temos e temos que fazer algo para mudar isso”.

Palavras sábias, palavras de um guerreiro que do primeiro ao último minuto de jogo ainda tentava dar tudo de si para fazer um gol – que não aconteceu. O time estava visivelmente nervoso, em busca de resultado. A formação era melhor do que nas escalações anteriores, mas com algumas peças que insistimos – talvez para valorizar passe, transações futuras, sei lá.

Temos deficiência de jogadores e deficiências sérias. Deficiências que poderiam ser sanadas se não tivéssemos nos desfeito de peças fundamentais – que sempre aqui elogiei pelas atuações brilhantes dentro do Atlético como Sidicley e Weverton. Mas não adianta chorarmos o leite derramado. Teremos o período da Copa do Mundo para mudarmos o rumo e tirarmos o Atlético Paranaense da atuação condição que está – de ser uma vergonha – para voltar a ser o que sempre foi: nosso Furacão! O que o torcedor quer é varrer a desgraça dos péssimos resultados, das atuações medíocres e começarmos a ter resultados…

… os resultados calam tudo. Calam as críticas da torcida com relação a diretoria ineficiente, calam os pedidos de troca de treinador, calam as frases mais grotescas como “burro”, “vai tomar no cu” e “sem vergonha”. A hora de bater a mão na mesa e dar um basta no ciclo de derrotas chegou. Ou aproveitamos enquanto instituição ou deixaremos mais uma vez a sensação de incompetência pesar sobre os ombros de todos nós.

O clube é grande e não passa. A diretoria, por mais que se pense eterna, passa. E o resto? É poeira!

Tagged , , , , , , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

2 thoughts on “Carleto tem meu respeito

  1. Cara Dama de Vermelho e Preto….Mesmo morando fora de Curitiba a cerca de 4 anos…não deixo de acompanhar as peripécias de nosso Furacão e isso me faz ter receios com os rumos que nosso time vem tomando no atual campeonato Brasileiro…a única partida que gostei foi a jogada aqui em Porto Alegre contra o Grêmio, fora isso, as partidas que eu assisti me deixaram preocupado….enfim…essa história de pessoas maiores que o clube vem desde o tempo em que trabalhamos juntos no CAP

    1. Nem fale. O Atlético tem um DONO e se chama TORCEDOR. Temos que mostrar que valorizamos isso dentro e fora de campo. Mais torcida, menos empresários donos da bola. Enfim. Quando o Atlético voltar a ser o Atlético, a Arena voltará a ficar como sempre ficou: lotada. #OFuracãoÉNosso Saudades de você aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *