Brasília: Polícia Federal manda validar delação do ex-ministro Antonio Palocci

O ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016, poderá ter o acordo de delação premiada homologada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). O relator será o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Operação Lava Jato em Porto Alegre.


Palocci, ex-braço direito de Luiz Inácio Lula da Silva, é réu acusado de participar de um esquema de corrupção envolvendo a empreiteira Odebrecht e contratos de sondas com a Petrobras. Nesse processo, foi condenado a 12 anos de prisão. Para aliviar a pena, Palocci estaria disposto a contar tudo o que sabe – inclusive com a participação ativa do ex-presidente.

E agora, Lula?


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *