Aécio é alvo de nova investigação da PF

A Polícia Federal cumpriu 24 mandados de busca e apreensão em oito estados e no Distrito Federal na Operação Ross. Os alvos da operação foram: Aécio Neves (PSDB), senador e deputado federal eleito; Agripino Maia (DEM), senador; Andréa Neves, irmã de Aécio; Antonio Anastasia (PSDB-MG), senador; Benito da Gama (PTB), deputado federal; Cristiane Brasil (PTB), deputada federal; Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força, deputado federal e presidente nacional do Solidariedade.

Também estão na mira dos policiais federais empresários que teriam emitido notas fiscais frias para Aécio Neves – que mesmo envolvido numa série de ilícitos foi eleito deputado federal em Minas Gerais. Mais uma prova de que o brasileiro ainda vota nos mesmos, sem avaliar presente e passado dos candidatos. O brasileiro é, por natureza, emocional. Ou seja, deixa de lado a razão para fazer escolhas equivocadas. Exatamente por isso, tem dificuldades de crescimento.

A operação é baseada nas delações de Joesley Batista e Ricardo Saud – executivos do grupo J&F que relataram repasse de propina de quase R$ 110 milhões ao senador tucano. É brincadeira ou quer mais? Apenas para considerar que foi Aecio o maior mentor da derrocada e do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Moral? Zero. Ou estou errada?

E assim segue o Brasil!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *