notícias, política

Aciolli será julgado ano que vem

O apresentador de TV, Roberto Aciolli, vai ter julgamento marcado para o ano que vem. Aciolli é acusado de matar a tiro o engraxate Paulo César Heider, em dezembro de 1999. O júri seria realizado na semana passada, no Tribunal do Júri de Curitiba, mas Aciolli alegou problemas de saúde – fortes dores articulares, que o levaram ao hospital numa cadeira de rodas.

O crime aconteceu por causa de um assalto, cometido contra uma loja que Aciolli tinha com a esposa, no Centro de Curitiba. Ele teria ido atrás dos ladrões, para reaver os produtos. Quando os encontrou, aí surgem duas versões para o crime. Aciolli alega no processo que agiu em legítima defesa, atirando acidentalmente quando um dos ladrões reagiu à abordagem do comunicador. A outra versão é a de que o tiro não foi acidental. Este é um dos pontos que devem ser analisados pelo júri.

A juíza Mychelle Pacheco Cintra Stadler aceitou o pedido de remarcação da data do júri e já agendou a sessão para o próximo dia 12 de fevereiro, às 13h30, no plenário do Tribunal do Júri, no Centro Cívico.

Tagged , , , , , ,

About Luciana Pombo

Jornalista, teóloga, professora, amante do futebol, da poesia, da política, das coisas da vida! Com diversas premiações e moções parlamentares. Entre as principais premiações: Escritores da Liberdade, Top Master Estadual em Jornalismo, Fera Honorária (pela luta em prol da repressão ao uso de drogas e prevenção), Amiga da Criança, Dia do Radialista expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Dia da Mulher expedido pela Câmara Municipal de Curitiba, Diploma de Mérito Social.
View all posts by Luciana Pombo →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *