Absurdo: Bolsonaro rasgaria o ECA

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, atacou duramente o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – que pode até ter seus exageros, mas protege a criança e o adolescente de violências diversas sofridas como sexual, moral e física. Bolsonaro disse que o documento deveria ser rasgado porque estimula a “vagabundagem e a malandragem infantil”.

“O ECA tem que ser rasgado e jogado na latrina. É um estímulo à vagabundagem e à malandragem infantil”, disse ele. A declaração do candidato aconteceu no mesmo dia em que ele pegou uma criança no colo e perguntou a ela se sabia atirar. O garoto, aparentando uns quatro anos de idade, usava um uniforme da Polícia Militar. O diálogo entre o candidato e a criança foi divulgado no site do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Criticado por Bolsonaro, o ECA considera crime “vender, fornecer, ainda que gratuitamente, ou entregar, de qualquer forma, a criança ou adolescente arma, munição ou explosivo”. A pena prevista é de três a seis anos. “Defendo que um pai ensine o que é uma arma de fogo para seu filho, para que serve. Nas comunidades, tem moleque usando fuzil maior do que ele. Não podemos gerar uma geração de covardes, de submissos, partir para esse tipo de política de se entregar, de não reagir”, declarou Bolsonaro.

Nota da Blogueira: A cada palavra deste homem, sinto-me envergonhada pela falta de cultura do povo brasileiro, que bate palmas para um cidadão como este.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *